quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Parauapebas: Pedro Ribeiro Lordeiro está preso, ele era dono da arma que matou a jovem ANA KARINA

Vários dias foragidos, finalmente empresário se entrega


video


Pelas mãos da polícia

O empresário foi conduzido até a sede do Ministério Público por uma equipe de policiais (leia matéria no Liberal).

Propensão à fuga

Como se constata, pelo transcorrer de vários dias entre a divulgação do seu mandado de prisão e a sua decisão de se  "entregar" à polícia para ser conduzido à justiça, o empresário diante de uma ordem de prisão temporária ou preventiva foge, que dizer diante da expectativa de uma condenação definitiva.

Habeas corpus

O que fica evidente é que a liberação dos envolvidos mediante a concessão de habeas corpus, por algum desembargador em Belém, seria uma medida tão estranha quanto rotineira no TJPA. O cabra nem bem foi preso e já deve ter habeas corpus na mesa de um desembargador qualquer, desses que recebem acima do teto constitucional.

Pedro Ribeiro e o caso ANA KARINA - a arma e o terreno

Pra quem já esqueceu, Pedro Ribeiro estava envolvido e chegou até a ser denunciado no caso do assassinato de ANA KARINA, os processos correm ou andavam na justiça do Pará, sob número 0003637-73.2010.8.14.0040 e 0005087-93.2013.8.14.0040.





Pedro Ribeiro era o dono da arma que foi utilizada pra matar ANA KARINA, segundo os "pistoleiros".

Ele era só o dono, só emprestou a arma.

Outra coincidência, o loteamento onde ANA KARINA foi assassinada também é da família dele, pertenceria ao seu tio, HAMILTON RIBEIRO (Leia AQUI).

Mas, claro, eles não tem nada a ver com o assunto, nem o nome deles constam nos processos juntos com os dos pistoleiros.

Inocentes, eles são inocentes.

Veja a reportagem do Diário do Pará






Os mistérios do caso ANA KARINA

Pra lembrar a quem possa interessar, o advogado DÁCIO CUNHA, também atuou no caso, está morto.

Uma testemunha do caso, também está morta (leia AQUI).

O delegado do caso, Dr. André Albuquerque, também está morto (Veja aqui).

Evidente

Evidente, que ocorrido um assassinato em Parauapebas, ser dono da arma usada e do terreno onde teria ocorrido a situação, isso tudo é algo sem a menor importância, como se vê nos autos. É mera coincidência.

Claro, né!?

Quem corre risco e ainda é processado sou eu e você, caro cidadão, claro, mas não se lamente, pois temos é sorte, que diga a família de Ana Karina, Dr. Jackson, Dácio, Dr. André e outros.

Um comentário:

  1. Lindolfo, parabéns, fiquei até emocionado em saber que ainda existem pessoas com sua coragem.

    ResponderExcluir