sexta-feira, 6 de maio de 2016

Conflito de Terras no Pará - Tensão no acampamento Frei Henri no município de Curionópolis

FAZENDEIRO FAZ TRINCHEIRA CONTRA SEM TERRAS COM APOIO DA POLÍCIA EM CURIONÓPOLIS (PA)


video

A situação do acampamento Frei Henri, do MST, em Curionópolis (PA)

Na quarta-feira (4), o acampamento foi atacado, cercado e mantido isolado por uma ação conjunta da PM e dos pistoleiros do fazendeiro Darlan Lopes (Dão). Desde a quarta-feira o fazendeiro, com proteção da PM e da Polícia Civil, começou a fazer uma trincheira para atacar os sem terra. Jornalistas Livres receberam agora um vídeo do MST do Pará mostrando um diálogo entre uma das líderes dos acampados e um delegado da Polícia Civil, que se ocupa de defender a ação do fazendeiro todo o tempo. 

A seguir, um relato de ontem à noite de um dos advogados populares, que esteve no acampamento: "Boa noite, colegas, tou retornando agora do acampamento Frei Henri. A situação lá, hoje, está controlada, mas com certo receio de problemas nos próximos dias. Ontem, foi fechada a pista pelo fazendeiro que estava e ainda está cavando uma trincheira entre o acampamento e uma parte da fazenda. A polícia foi lá, ontem, para garantir ao fazendeiro que a trincheira fosse construída sem problemas. A polícia está lá, neste momento, junto com os seguranças da fazenda monitorando a construção da referida trincheira que o fazendeiro diz ser para proteger seu gado. Segundo os líderes do acampamento, o fazendeiro exigiu a presença da Ouvidoria Agrária, mas quando o ouvidor chegou ao local ele mesmo o impediu de entrar. Ontem, os seguranças jogaram uma bomba perto da guarita na entrada do acampamento mas ninguém se feriu."

Vídeo e informações enviados por Thiesco Crisóstomo,um dos coordenadores das Comunidades Eclesiais de Base do PA e da Diocese de Marabá

Nenhum comentário:

Postar um comentário