terça-feira, 31 de dezembro de 2019

Vida que segue em 2020, por Raimundo Moura

Resultado de imagem para feliz 2020"


VIDA QUE SEGUE EM 2020, pro Raimundo Moura

2019 vai embora, deixando GRATIDÃO para quem não perdeu a capacidade de SONHAR  e LUTAR. Mesmo em tempos de retrocessos, precisamos persistir na ESPERANÇA do NOVO.

A esperança é a fonte de vida mais valorosa da humanidade e precisa ser perseverada para que as pessoas continuem a sonhar e amar uma as outras.

Sem esperança o sonho morre, e com ele a luta das pessoas. Por isso devemos dizer NÃO aos matadores de sonhos.

Desafiar o pessimismo é superar o oportunismo da reclamação vazia de proposição.

Esse é um desafio revolucionário para 2020: superar as reclamações individuais e partir para a ação coletiva contra o mal que toma de assalto o direito de viver das pessoas.

ELE NÃO vai matar nossos sonhos e nem a nossa esperança! Vamos RESISTIR com muita FÉ e AMOR no coração, pois não há ato mais revolucionário do que amar as pessoas e o planeta onde vivemos.

Sabemos que a conjuntura não é uma das melhores para a grande maioria dos brasileiros, mas tivemos outras conjunturas difíceis no passado e conseguimos superá-las com muita sabedoria e  otimismo na luta.

Portanto, cabe aos REVOLUCIONÁRIOS ser grato a 2019, mesmo diante das dificuldades, e fazer uma REVOLUÇÃO de esperança e solidariedade na luta pela vida em 2020.

Adeus 2019. 

Que venha 2020 carregado de amor e esperança, para alimentar a luta dos sonhadores. Vamos sonhar juntos e lutar por uma sociedade menos egoísta e mais solidária. Que a paz possa reinar entre os lutadores e lutadoras do povo.

 31 de dezembro de 2019.

 Raimundo Moura

domingo, 29 de dezembro de 2019

Bolsonaro, Trump, Johnson - 'Os palhaços assassinos estão tomando o poder...'



Quem colocou os psicopatas no poder? A pergunta é também o título de um primoroso e instigante artigo do jornalista George Monbiot, publicado no site Outras Palavras, vale a pena conferir.

"As mídias sociais, incubadoras de absurdos, são por certo parte da história. Mas embora venham sendo feitos vários bons trabalhos investigando os meios, tem havido surpreendentemente poucos pensando sobre os fins. Por que razão o poder econômico, que até recentemente usava seu dinheiro e seus jornais para promover políticos sem carisma, está agora financiando esse circo? Por que o capital desejaria ser representado pela média gerência num dia e no dia seguinte, por bobos da corte?
A razão, penso, é que a natureza do capitalismo mudou. A força dominante nos anos 1990 e começo dos 2000 – do poder corporativo – demandava um governo tecnocrático. Queria pessoas que pudessem gerir um Estado competente e seguro e ao mesmo tempo proteger os lucros de mudanças democráticas. Em 2012, quando Bremner fez sua queixa, o poder já estava mudando para um lugar diferente, mas a política não o havia alcançado."


sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

Parauapebas: Gira Renda vira realidade, programa garante segurança alimentar para as famílias carentes do município


Programa de segurança alimentar

O governo de Parauapebas finalmente implementa um programa social de grande importância, o GIRA RENDA, que consiste na distribuição de cartões com crédito de R$ 100 para as famílias mais carentes do município. 

O programa inicia com 1.000 famílias, mas está dimensionado para atender 5.000 que já estão cadastradas, todas serão contempladas nas fases posteriores.

Planejamento 

Segundo as informações do governo local, se o município continuasse perdendo receita orçamentária, como ocorreu até o fim de 2016, esse tipo de programa não teria qualquer possibilidade orçamentária de ser implementado.

Quando o município obteve sinais de recuperação e incremento da sua receita, desde meados de 2017, o Programa Gira Renda começou a ser formatado.

"Estamos muito felizes em poder contribuir para o desenvolvimento das pessoas e da economia do nosso município", disse o prefeito Darci Lermen. (clique aqui)

Gira renda

Embora se trate de um programa de segurança alimentar, o nome do programa - GIRA RENDA - tem relação com outro efeito importante da iniciativa do governo, qual seja, a injeção de recursos na economia local, beneficiando principalmente os pequenos e médios comerciantes, gerando mais empregos diretamente para os moradores da cidade.

Em tempo de carestia e inflação

A ação do governo de Parauapebas (aqui) ganha ainda mais relevância diante do grave cenário da economia nacional, mal conduzida pelo governo Bolsonaro, com altas taxas de desemprego e de subemprego, ao mesmo tempo que itens básicos, como o gás de cozinha, atingem preços absurdos, autorizados pelo próprio governo. 

Outro fator que volta a assombrar os brasileiro é a volta da inflação, provocada pelas medidas anti-povo do governo Bolsonaro-Guedes, hoje mesmo, a Fundação Getúlio Vargas divulgou o IGP-M para dezembro, ficou em 2,9%, é simplesmente a maior inflação mensal desde o ano de 2003,  quando a grande mídia (Globo, Record, SBT...) que hoje ajudam Bolsonaro a implementar o caos na economia brasileira, propagandeavam o terror contra a eleição de LULA (AQUI), ao contrário do que eles diziam, LULA se tornou o melhor presidente da história do Brasil.

quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

Sobre a Reforma da Previdência Estadual, por Charles Alcântara

Charles Alcântara, presidente da FENAFISCO, mostra a crueldade da reforma da previdência do governo do Pará, Hélder Barbalho retirou direitos dos trabalhadores e doou uma "fabulosa" montanha de dinheiro, na forma de renúncia fiscal, para os grandes empresários do Estado





"Sobre a Reforma da Previdência Estadual

Prezados colegas do Fisco Estadual do Pará, Ontem e hoje, vivemos uma página muito infeliz da nossa história que ainda não teve tempo de se tornar uma passagem desbotada na memória de quem passou esses dois dias inteiros em frente à Alepa, lutando não apenas por si próprios, mas por uma multidão que parece anestesiada, talvez alheia ao que se passa no presente ou, quem sabe, desdenhosa do futuro.

Levamos porrada, inalamos gás de pimenta, nos colocamos na linha de tiro do aparato repressivo do governo.

Eu e todos os colegas que estavam ali, sob a orientação e comando do nosso sindicato, não somos melhores nem piores que nenhum de vocês, mas também não somos os únicos responsáveis pela defesa dos direitos de uma coletividade muito maior, da qual cada um de vocês faz parte. Cerca de 40 colegas do Fisco do Pará se dispuseram a participar da luta em frente à Alepa nesses dois dias.

Mas quantos somos, afinal? Não me refiro, é claro, aos colegas que não trabalham ou não residem em Belém. A reforma da Previdência proposta pelo governo estadual é:

I) Mais gravosa que a do governo federal, porque sequer o Pará está no rol dos estados em crise financeira;

II) perversa, porque vai fabricar mais pobreza, retirando direitos de gente que já vive com parcos recursos;

III) autoritária, porque imposta sem qualquer espaço para debate e negociação com os servidores;

IV) obscura, porque baseada em estudos de duvidosa consistência e confiabilidade e sem transparência.

A perversidade do governo está próxima de se consumar muito em razão da falta de atitude e da sobra de alienação da grande maioria dos servidores públicos.

Colegas, façam as contas. Vejam quanto foi o seu desconto da previdência em dezembro de 2019 e apliquem sobre esse valor o percentual de 27% (esse é o percentual de aumento na sua contribuição, resultante do aumento da alíquota de 11% para 14%).

No meu caso, a minha contribuição será aumentada em R$ 1.003,86. Esse é o valor da minha redução salarial a partir de 2020. Se eu, que recebo um bom salário, vou sentir o impacto dessa redução, imaginem um servidor que recebe 2, 3, 4 salários mínimos, que também terá a sua contribuição previdenciária agravada em 27%?

Mas isso não é o pior. A Alepa deve dar uma carta branca ao Executivo para, em caso de déficit atuarial, cobrar contribuição extraordinária dos servidores em percentual indefinido previamente.

Digamos que o governo decida instituir uma contribuição extra de 3%. Isso significa mais 27% de aumento do valor atual de contribuição.

No meu caso, menos R$ 1.003,86 de salário, um rombo no meu orçamento doméstico.

No caso dos servidores públicos de menor patamar salarial, uma tragédia. E nem vou falar das novas regras de pensão por morte, parâmetros de cálculo do benefício de aposentadoria, etc...

A reforma da Previdência do Pará é um duro golpe contra os servidores e o serviço público paraenses, uma perversidade inominável.

Enquanto isso, o mesmo Executivo que chicoteia o lombo dos servidores públicos, apresenta ao Legislativo uma Proposta de Lei Orçamentária 2020, com uma fabulosa renúncia tributária na ordem de R$ 1,8 bilhão para o triênio 2020/2021/2022.

Colegas, acho que muitos de nós estão em dívida consigo mesmos e com a sua coletividade.

Acho que todos nós podemos e devemos fazer um pouco mais por um Fisco melhor, por um Pará e um Brasil mais justos.

Acho, por fim, que não é correto e muito menos ético limitar-se a cobrar, a criticar e a terceirizar ou delegar para o sindicato ou para um grupo de colegas as responsabilidades pela defesa do interesse coletivo.

Sinto-me do direito de lhes cobrar atitude, coragem e dignidade. Grato aos/às que chegaram até o fim desta mensagem/desabafo!

Belém, 18 de dezembro de 2019.

Charles Alcântara"

terça-feira, 24 de dezembro de 2019

BOLSONARO É O PAPAI NOEL DE MILICIANOS E DE BANQUEIROS

Para os pobres e para os trabalhadores - desemprego, inflação e violência. Para banqueiros ele quer criar um fundo com bilhões, para milicianos ele oferece indulto natalino 


Indulto para milicianos 

Jair Bolsonaro assinou um indulto de Natal beneficiando milicianos que tenham cometido crimes culposos, no suposto exercício da função ou decorrência dela, tipo matar um 'músico com 250 tiros'.

A medida visa beneficiar exclusivamente PMs e militares bandidos, milicianos assassinos, que já atuam acobertado por operações do tipo GLO (Garantia da Lei e da Ordem).

Na verdade, Bolsonaro quer ressuscitar os antigos 'esquadrões da morte' e entregar o estado do Rio de Janeiro nas mãos do "Escritório do Crime', a poderosa milícia cujos chefes tinham parentes contratados pelo seu filho, quando deputado na Assembléia Estadual do Rio de Janeiro (ALERJ).

Fundo bilionário para banqueiros

O assalto aos povo brasileiro cometido por Bolsonaro em favor do sistema bancário tem mais um capítulo, não bastou 'roubar' a aposentadoria e pensão do trabalhadores e das suas famílias, agindo em associação com a bancada evangélica e de milicianos do congresso nacional, garantindo aos bancos mais de R$ 480 bilhões de lucros, pelos próximos 10 anos, apenas com a maldita 'reforma da previdência'.

Pois bem,  Bolsonaro enviou ao Congresso uma resolução que propõe o uso de verba pública, dos contribuintes, para socorrer bancos privados, ferindo a Lei de Responsabilidade Fiscal e levantando suspeita de que a 'crise' gerada por ele e Paulo Guedes seja muito maior do que se noticia.

O Proer do Bolsonaro quer criar fundo para presentear exclusivamente gente da estirpe do seu ministro da fazenda, o Paulo Guedes, injetando centenas de bilhões de reais para "salvar os bancos" dos seus lucros imensos, só pode. 

Quem falou em crise bancária no Brasil, estão escondendo algo de todo o povo?

domingo, 22 de dezembro de 2019

BOLSONARO é um psicopata, traduz a cultura "gospel miliciana", esta sim é a maior ameaça aos valores civilizatórios

Leandro Fortes: “A permanência desse sujeito na presidência da República deixou, faz tempo, de ser um exotismo político. Trata-se, agora, de um insulto civilizatório”


A BESTA ESTÁ BABANDO, POR LEANDRO FORTES

Quem, como eu, passou os últimos 30 anos como jornalista militante, em Brasília, sempre soube que Jair Bolsonaro era um desqualificado absoluto. Um sujeito simplório, ignorante, mas esperto o suficiente para ter vislumbrado na comunidade de baixas patentes das Forças Armadas um nicho eleitoral eficiente.


Nessa alcova, elegeu-se repetidamente deputado federal, ora pregando o fechamento do Congresso Nacional, ora dando abrigo a mulheres de praças e oficiais que iam bater panela na Esplanada dos Ministérios em nome das reivindicações salariais dos maridos.

Sua presença era risível, no pior sentido, dentro do Parlamento, onde transitava sem amigos ou aliados, um espectro que provocava somente desprezo e asco, nas poucas vezes que abria a boca para tratar sobre qualquer coisa.


Que Bolsonaro tenha se tornado presidente da República diz muito mais sobre o tipo de sociedade que nos tornamos – individualista, mesquinha e ignorante – do que sobre ele mesmo.

Ao vê-lo vociferando sobre jornalistas, sob aplausos e mugidos da claque de idiotas estacionada no Palácio da Alvorada, digo, sem titubear: Bolsonaro não mudou em absolutamente nada.

Continua o mesmo alucinado que escarrava impropérios contra repórteres, quase sempre mulheres, nos corredores da Câmara. O mesmo parlamentar que desrespeitava colegas – sempre mulheres – com agressões de baixíssimo calão, com modos de psicopata.

As revelações de que o filho mais velho, Flávio Bolsonaro, o 01, comandava o crime organizado na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro serviu apenas para jogar sua personalidade caótica no campo da irracionalidade absoluta.

A permanência desse sujeito na presidência da República deixou, faz tempo, de ser um exotismo político. Trata-se, agora, de um insulto civilizatório que ameaça o próprio conceito de democracia, sob qualquer aspecto, mas sobretudo, o moral.


____________________________
* Este artigo é do jornalista LEANDRO FORTES, foi publicado originalmente na Revista Forum (aqui) e reflete a opinião do Blog Sol do Carajás em 100%

quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

URGENTE: Justiça suspende licitação da "Operação TAPA BURACOS" de Darci Lermen

Juiz suspende licitação da "Operação Tapa Buracos"




DEPUTADOS DO PT AJUDAM O HELDER BARBALHO A ROUBAR A APOSENTADORIA DOS SERVIDORES

A incoerência dos 3 deputados do PT, o partido é contra a reforma da previdência em todo lugar, mas se o Barbalho oferecer uma boquinha a conversa muda no Pará




Em todo lugar é contra, mas se tiver uma boquinha 

O PT tem sido um ferrenho opositor da criminosa reforma da previdência de Bolsonaro, a reforma de Hélder Barbalho é ainda mais cruel que a do governo federal, mas com uma "boquinha" na máquina pública os 3 deputados do PT no ajudaram a aprovar o "roubo das aposentadorias e pensões" dos servidores públicos.

No RS de Eduardo Leite (PSDB), no Paraná do Ratinho Jr. (PSD), no RJ do Witzel (PSL), em SP do Dória (PSDB), em MG do Zema (Novo), em todos eles o PT se opõe com todo vigor contra a reforma da previdência, mas no Pará, os 3 deputados do partido traem seus eleitores, viram as costas para os servidores públicos e se associam ao bando do governador Hélder Barbalho para roubarem as aposentadorias e pensões dos trabalhadores e de suas famílias.

3 sem vergonhas, querem uma boquinha 

A militância do PT se tiver vergonha na cara, iniciaria um abaixo assinado para expulsar esses 3 traíras.

3 sem vergonhas!

terça-feira, 17 de dezembro de 2019

Câmara de Parauapebas rejeita denúncia contra Darci e debate abertura de CPI




Em sessão movimentada a Câmara rejeita denúncia contra o prefeito Darci

A desapropriação de um terreno para o aterro sanitário de Parauapebas/PA voltou ao plenário da Câmara de Vereadores, dessa vez os debates foram mais acalorados, dos 15 parlamentares apenas 5 votaram pelo recebimento da denúncia, são necessários 10 votos para que a abertura do processo contra o Chefe do Executivo fosse iniciada.

Diante dos 5 votos pelo recebimento da denúncia, o vereador Joel do Sindicato/DEM subiu a tribuna e defendeu que se instaurasse uma CPI para investigar a desapropriação e um eventual superfaturamento, mas até o encerramento dos trabalhos apenas 4 apoiaram a iniciativa.

O vereador Pavão/MDB apontou que a denúncia tem caráter meramente eleitoral e que a Câmara fez bem ao decidir pela rejeição da abertura do processo e de uma CPI.

O caso

No último dia 26 de setembro, o juiz LAURO FONTES JÚNIOR, da Vara da Fazenda Pública e Execução Fiscal de Parauapebas/PA, determinou o bloqueio de bens do atual prefeito da cidade e mais 9 pessoas, entre elas: ex-vereador, secretário, ex-secretário, ex-chefe de gabinete e outros envolvidos.

O juiz entendeu que os elementos trazidos pelos autores da Ação Popular n° 0808498-04.2019.8.14.0040 foram suficientes para demonstrar grande probabilidade de superfaturamento na desapropriação da área destinada ao aterro sanitário da cidade, cujo valor seria de cerca de R$ 2,08 milhões, mas pela qual a prefeitura pagou a soma de mais R$ 12,7 milhões, ou seja, R$ 10,6 milhões de superfaturamento (aqui)

O valor bloqueado nas contas dos réus na desapropriação é de R$ 10.613.111,86. 

Ao vivo: Léo Mendes - Rádio Cariri FM


domingo, 15 de dezembro de 2019

A elite americana prevê o fim do neoliberalismo, por Andre Motta Araujo

O BRASIL NA CONTRA MÃO ADOTA O NEOLIBERALISMO DOS ANOS 80


Resultado de imagem para NEOLIBERALISMO E FOME"O Brasil, sempre atrasado na absorção de tendências do pensamento econômico elaboradas nos países centrais quer, em 2019, implantar no País a ideologia já caduca dos anos 1980, as ideias de Mrs. Thatcher já foram desmontadas na própria Inglaterra e sua biografia revista e piorada, a deputada Glenda Jackson, ex-artista de Hollywood, é hoje o maior algoz do papel histórico de Mrs. Thatcher e a crise de 2008 nos EUA foi atribuída à desregulamentação do mercado financeiro efetuada pelo Presidente Reagan, também sob revisão histórica.

O neoliberalismo dos anos 1980 foi desmontado no Chile pelos efeitos catastróficos que causou nas classes média e pobre do Chile, enquanto enriquecia o topo dos ricos.

O neoliberalismo com desmanche do Estado está em franca implantação no Brasil ao mesmo tempo em que é rejeitado nos países centrais, produzindo terríveis efeitos em um Pais com enorme população de baixa renda, produziu péssimos resultados em países ricos ao empobrecer a classe média, em países emergentes produzirá catástrofes de miséria e involução social. Vemos hoje no Brasil um sólido pensador econômico neoliberal de primeira linha, Arminio Fraga, fortemente preocupado, mais do que qualquer outro fator, com o desequilíbrio social, ao mesmo tempo em que neoliberais ideológicos, como o Ministro da Economia, incapaz de evoluir, pregando e colocando em prática no Brasil o receituário neoliberal antigo dos anos 1980, que fracassou redondamente no seu principal laboratório, o Chile. Cego a esse fracasso o atual núcleo que comanda a economia no Brasil insiste na fórmula chilena.

Agora, com a revisão dessas premissas nos EUA, alguma luz deve se despejar sobre a mídia e os empresários brasileiros que apoiam essa catástrofe de desmonte do Estado via privatizações absurdas e concessões fantasiosas, com a alegação infantil de “o Brasil está quebrado”, quebrado estará pela incompetência de quem deveria ter projetos e ideias de revigoramento da economia onde o Estado ainda tem e terá PAPEL CENTRAL.


quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

R$ 10 MILHÕES - BLOQUEIO DE BENS DE DARCI LERMEN É CONFIRMADO PELO TJPA


Decisão  contra o prefeito de Parauapebas-PA é mantida pelo TJPA

O prefeito Darci Lermen sofre mais uma derrota na justiça, o bloqueio de cerca de R$ 10 MILHÕES, determinado pela Vara da Fazenda Pública de Parauapebas, foi confirmado pelo Tribunal de Justiça, em sede de agravo de instrumento.

A sentença do juiz Lauro Fontes Jr., proferida em virtude de notório superfaturamento na desapropriação de um terreno para o aterro sanitário do município de Parauapebas, foi confirmada pela Desembargadora Ezilda Pastana Mutran. 

Uma vitória da sociedade 

A decisão de primeiro grau da Comarca de Parauapebas, patrocinada pelo advogado, Dr. Wesley Oliveira, confirmando a autorização de bloqueio de R$ 10 milhões das contas do prefeito Darci Lermen e dos demais réus é uma vitória da população de Parauapebas-PA.

Atropelos

O prefeito de Parauapebas está correndo contra o tempo, tropeçando nas próprias pernas, atropelando tudo em vista do seu desejo de reeleição, o resultado é esse: um mundo de erros cometidos e a conta chegando a todo instante.


terça-feira, 10 de dezembro de 2019

PARAUAPEBAS: Assessores do prefeito Darci Lermen são flagrados espalhando fakenews




A proximidade de uma disputa eleitoral exige que o Ministério Público e o Poder Judiciário atuem exemplarmente contra as "fakenews"

Assessores do prefeito DARCI LERMEN são flagrados espalhando FAKENEWS contra o presidente do sindicato dos servidores de Parauapebas, mostrando um esquema que pode ser uma verdadeira organização, mantida com dinheiro público, constituída por 'servidores' ocupantes de cargos comissionados diretamente ligados ao prefeito de Parauapebas.

O abuso de poder e o uso da máquina pública foi direcionada pelos assessores do prefeito Darci Lermen contra o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Parauapebas (SINSEPPAR), Marden Lima.

Esquema conhecido e impune

O 'modus operandi' já é bastante conhecido, foi muito utilizado pelas 'milícias digitais' ligadas à campanha do Bolsonaro, um esquema que fraudou as eleições de 2018 e continua operando no país, sendo objeto de um CPMI no Congresso Nacional, a CPI DAS FAKENEWS (CLIQUE E VEJA).

Pelo jeito, a julgar pelo grau de envolvimento de assessores diretos do prefeito Darci Lermen, o esquema das fakenews do Bolsonaro já foi assimilado em Parauapebas.

Ação orquestrada e financiada

A ação contra o presidente do SINSEPPAR foi criminosamente orquestrada, primeiro ele foi atacado por um conhecido blogueiro do município, em virtude do êxito do sindicato em suspender a 'maracutaia' da terceirização do único hospital público do município, nos autos Processo n° 0802650-70.2018.8.14.0040, que tramita perante a Vara de Fazenda Pública da Comarca de Parauapebas.

Esse ataque, ao que parece, foi a senha que fez disparar uma série de "fakenews", sempre envolvendo assessores e membros de redes sociais ligados ao prefeito Darci Lermen.

Fato consumado, cínicos pedidos de desculpas

A fraude, a 'fakenews', consistiu numa 'montagem' com a foto de Marden Lima e mais um jovem com hematomas no rosto, ao lado da imagem dos dados de um processo judicial, com o intuito de envolver o presidente do sindicato com agressões de natureza homofóbica,  depois tudo passou a ser compartilhados massivamente em redes sociais, quase todas alimentadas e administradas por gente ligada ao governo local, chefiado por Darci Lermen.

Dois assessores do prefeito de Parauapebas já foram identificados, trata-se de ALEX PAMPLONA OHANA e SÉRGIO GIROUX.

Um deles, ALEX PAMPLONA OHANA, já foi inclusive secretário municipal de saúde no último mandato de Darci Lermen, difícil de imaginar que alguém com certa 'qualificação' não tenha discernimento para se posicionar diante de tão escandalosa e criminosa 'fakenews'.

Alex Pamplona, do dias dos fatos, supostamente se encontrava na capital do estado, Belém, atuando na Assembléia Legislativa, conforme diárias recebidas:





Outro assessor, de nome SÉRGIO GIROUX, é um protagonista dos 'esgotos das redes sociais' que servem ao prefeito de Parauapebas, como se constata nas imagens a seguir:







Depois do estrago feito, uma singela retratação

Os dois assessores do prefeito Darci Lermen, flagrados espalhando fakenews, segundo as informações que chegaram ao Blog, pediram desculpas pelas suas condutas.

Não há notícias que o prefeito ou a ASCOM de Parauapebas tenham emitidos alguma nota sobre a conduta de membros do governo, todos nomeados e diretamente ligados a Darci Lermen.

O que aconteceria se o prefeito de Parauapebas e sua família, o seu financiador de campanha com seus tratores, seus 'prós e contras', fossem alvo desse tipo de 'fakenews'?

segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

Empresa com atestado falso já faturou cerca de R$ 50 milhões em Parauapebas



Atestado falso passou com segurança e tudo

Um empresa, já conhecida por atestar sua suposta capacidade técnica com certificado e declarações falsas, ou seja, 'usa documento falso para fraudar o caráter competitivo de uma licitação, um crime previsto no artigo 90 da Lei das Licitações, a Lei 8.666/1993' (aqui), foi desclassificada num certame no município de Parauapebas, mas 'milagrosamente abençoada' conseguiu um parecer favorável no Ministério Público da milionária capital do minério, nem a justiça da cidade se deu conta da gravidade da fraude e terminou por conceder uma sentença favorável a dita empresa, já condenada em outros municípios, justamente por fraudar o caráter competitivo de licitações apresentando documentos falsos.

Ninguém entendeu nada (ou se entendeu tudo)

Uma empresa declarada inidônea em vários municípios, justamente por apresentar atestado de capacitação técnica falso, participa de uma licitação na sua cidade, mas o próprio Ministério Público e o Poder Judiciário impedem que a administração pública cumpra a Lei e diligencie no sentido de melhor instruir o processo e garantir o caráter competitivo da licitação.

Pois é, de onde menos se espera é que não vem nada mesmo, a dita empresa já faturou contratos que somam cerca de R$ 100 milhões, tudo na maior segurança.

Pelo jeito, só DEUS na causa, melhor nem citar nome de empresa, de membro do Ministério Público e nem de juiz, assim fica tudo em "segurança"!

Em Parauapebas, quando se fala em 'obras fake', pode passar o trator por cima, é tudo preto no branco!

sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

FGV: Professores tem 79% de aprovação, juízes tem apenas 32% e promotores de justiça 31%

Sociedade percebe o Poder Judiciário brasileiro como ineficiente, só favorece ricos e com altos salários incompatíveis com a realidade do país




Instituições desmoralizadas

A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) encomendou à Fundação Getúlio Vargas (FGV) um 'diagnóstico de imagem' do desmoralizado Poder Judiciário brasileiro, o resultado não podia ser diferente, juízes, desembargadores e ministros tem baixos índices de aprovação. 

Quando perguntado qual Poder governamental cumpre melhor o seu papel, 33% da sociedade diz que é o judiciário, 9% o legislativo e 8% o executivo, sendo que 28% optaram por nenhum deles.



Justiça lenta e ainda recebem altos salários incompatíveis com a realidade brasileira

Para ter ideia, 93% da população declara que o Poder Judiciário é lento e 89% que os seus altos salários são incompatíveis com a realidade brasileira, com esse diagnóstico já se podia fechar para um balanço geral.

Quando perguntado as razões para não recorrer ao judiciário, a resposta é assustadora, retratando a percepção de que a justiça brasileira é simplesmente ineficiente e corrupta: 64% dizem que é lenta, 28% que só favorece quem tem dinheiro e 14% que é imparcial.


O desastroso e desmoralizado Poder Judiciário

A FGV resolveu investigar como a sociedade avalia várias profissões, o resultado reflete o desgaste do sistema judicial brasileiro, constatando a péssima percepção que a sociedade tem dos juízes (32%), desembargadores (27%), ministros dos tribunais superiores (24%) e ministros do STF (22%). Nem os promotores de justiça escaparam da péssima avaliação (31%).

Veja bem, se trata dos membros dos órgãos responsáveis por denunciar e julgar os cidadãos, decidindo quem será preso, quem perderá seu patrimônio, quem ficará com  a guarda do filho, etc.

É um desastre, veja a tabela:





Parabéns aos professores

Por outro lado, os professores são os profissionais mais bem avaliados pela sociedade brasileira com 79% de aprovação.

Pois é isso mesmo, quem mais ganha, a casta de togados do Poder Judiciário são os piores avaliados, quem menos ganha, os abnegados educadores, ao menos isso, tem o reconhecimento da população brasileira.

Os professores, além dos baixos salários, da humilhação que sofrem, são atacados pela PM criminosa de governadores do tipo: Dória (PSDB-SP), Witzel (PSL-RJ), Ratinho Jr. (PSD-PR) e Eduardo Leite (PSDB-RS), associados com um governo federal que estimula a cultura 'gospel miliciana', mantendo com dinheiro público um exército de criminosos em redes sociais para atacar os professores e educação brasileira. 




Metodologia

O estudo foi realizado entre agosto de 2018 a novembro de 2019, a metodologia foi quantitativa e qualitativa, envolvendo usuários e não usuários dos serviços da Justiça, advogados, defensores públicos e formadores de opinião. Também foi investigada a imagem do Judiciário brasileiro nas redes sociais e na mídia internacional.

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

CANAL 2N: Atraindo dissidentes do PSD, Marcelo Catalão tenta isolar o ex-prefeito Valmir da Integral na disputa de 2020

Marcelo Catalão entra na disputa para 2020 e avança sobre aliados de Valmir da Integral




Atraindo dissidentes do PSD, Marcelo Catalão tenta isolar o ex-prefeito Valmir da Integral na disputa de 2020

As tratativas para as eleições de 2020 estão em ritmo acelerado no município de Parauapebas, todos estão animados com o baixo índice de aprovação de Darci Lermen, atual prefeito e candidato à reeleição.

Marcelo Catalão, terceiro candidato mais votado em 2016, obtendo 13,09% dos votos, entrou pra valer nas articulações visando a prefeitura de Parauapebas, o avanço do jovem político sobre os aliados de Valmir da Integral indica que ele foi o responsável pelo rompimento de boa parte das lideranças do PSD com o ex-prefeito de Parauapebas. Entre os nomes que abandonaram o Valmir da Integral está o de Gesmar Costa, ex-deputado estadual. Quase todos os dissidentes do PSD anunciaram apoio para Marcelo Catalão.

Outro alvo de Marcelo Catalão é o PSC, liderado pelo senador Zequinha Marinho, seria um importante passo para a conquista do voto dos evangélicos, uma grande base eleitoral em Parauapebas.

Não haverá polarização, uma eleição totalmente aberta

Muito se comenta no município que a eleição de 2020 em Parauapebas repetirá a polarização de 2016, quando Valmir da Integral e Darci Lermen disputaram voto a voto, Darci acabou derrotando Valmir, que tentava sua reeleição.


segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

CANAL 2N: Parauapebas já arrecadou mais de R$ 208 milhões acima do previsto

Com o dinheiro extra de 2019 que já caiu na conta da prefeitura, o governo municipal podia dispensar empréstimo do Banco Mundial para as obras do PROSAP




Receita aumentou exponencialmente, era previsto um montante de R$ 1,282 bilhão, saltou para R$ 1,491 bilhão
Em 2019, Parauapebas previa arrecadar R$ 1,282 bilhão, mas o ano foi ainda melhor,  o governo Darci Lermen já arrecadou mais de R$ 1,491 bilhão, ou seja, R$ 208 milhões em dinheiro extra entraram nos cofres da secretaria de fazenda do município.
Os valores estão no Portal da Transparência, a receita de Parauapebas será muito mais alta, pois ainda falta computar o mês de dezembro (veja AQUI), nesse ritmo, a receita do município de Parauapebas, em 2019, ainda será acrescida de algo em torno de R$ 135 milhões.
Bem auxiliado
Darci Lermen, auxiliado pelo secretário de fazenda, Keniston Braga, já teve nas suas mãos, além do valor de R$ 1,282 bilhão, nada mais e nada menos que R$ 208,9 milhões, dinheiro extra que não estava previsto.
Para ter idéia da folga orçamentária de Parauapebas, Cametá, um município com uma população de 136 mil habitantes, arrecadou até agora apenas R$ 174 milhões, durante o ano de 2019, ou seja, o valor total de Cametá não alcança a grana extra que caiu nas mãos de Darci Lermen e Keniston Braga.
Demagogia 
Com esse montante, um governo alardear que pagou o 13° dos servidores públicos antecipadamente é apenas demagogia irresponsável e populismo barato de quem parece não ter muito o que mostrar, após quase 3 anos de governo muito mal avaliado pela população.

sábado, 30 de novembro de 2019

CANAL 2N: Entrevista com Mardem Lima, presidente do SINSEPPAR




Marden Lima, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Parauapebas (Sinseppar) concedeu entrevista ao Canal 2N. Marden falou dos recentes ataques que vem sofrendo por parte da imprensa local: “sabemos que os ataques que sofremos partem de alguns veículos da impressa que têm vínculos com o governo, não podemos generalizar, mas alguns sobrevivem disso”, afirmou.

Demonstrando domínio do tema, comentou sobre sua luta contra a terceirização do serviço público de saúde em Parauapebas: “não há melhorias para o cidadão na terceirização do serviço público de saúde, pelo contrário, o que há é uma precarização do trabalho com a diminuição do controle da gestão pública”, assegurou.



Rádio Borborema ao Vivo

quarta-feira, 27 de novembro de 2019

SINSEPPAR: A terceirização do único hospital público de Parauapebas é suspensa pela justiça




Acolhendo parecer de sua assessoria jurídica, o SINSEPPAR ingressou com ação civil em face do Município de Parauapebas (processo n.º 0802650-70.2018.8.14.0040), a qual tramita perante a Vara de Fazenda Pública da Comarca de Parauapebas. A ação judicial se tornou necessária diante do esgotamento de todas as tentativas de solução consensual do assunto relativo à terceirização do HGP – Hospital Geral de Parauapebas.

O processo de terceirização do HGP é repleto de irregularidades, inclusive formais. É fato público e notório a crise instalada sobre o serviço público de saúde no município de Parauapebas, que há décadas aprofunda-se cada vez mais, demonstrando verdadeiro colapso no sistema.

Na açodada pretensão de terceirização a qualquer custo do HGP, o município de Parauapebas não elaborou qualquer planejamento estratégico, não realizou qualquer consulta ou debate junto ao Conselho Municipal de Saúde, não apresenta a população e aos órgãos interessados informações mínimas sobre o objeto da terceirização, sua extensão, limites e responsabilidades, bem como não apresenta qualquer plano para a gestão da saúde pública a partir da terceirização que se pretende.

A ausência de método eficaz de gerenciamento pelo município já demonstrou dois desastres anteriormente, com a GAMP e depois BEM VIVER, o que implicou em prejuízos diretos aos cidadãos e também já custou muitas vidas.

Entrevista com Lula

CANAL 2N: Darci Lermen tenta sair da lona, por Léo Mendes


Léo Mendes 
Pesquisa recente, contratada ao Instituto Intelidata e divulgada pelo CANAL 2N, demonstrou que a situação do prefeito Darci Lermen (MDB), tanto do ponto de vista administrativo como do ponto de vista eleitoral, é, no mínimo, perigosa.

Em todos os quesitos pesquisados, o prefeito e sua administração aparecem mal avaliados pela população de Parauapebas. À guisa de exemplo, destacamos a avaliação de sua administração: os que a consideram ruim e péssimo somam 47,55% dos entrevistados; os que a entendem boa e ótima perfazem um total de 12,09%.

Por óbvio, esta situação se reflete nas expectativas eleitorais de Darci Lermen, que, aos dias de hoje, pela mesma pesquisa, aparece em terceiro lugar com 16,34% das intenções de voto, atrás de João do Verdurão (segundo colocado com 18,31%) e de Valmir Mariano (primeiro colocado com 24,80%), considerando-se apenas os votos válidos na pesquisa estimulada.

Mas não para por aí a delicada situação do atual prefeito de Parauapebas. Quando considerado o índice de rejeição a sua candidatura à reeleição, os números reforçam o desgaste geral de sua imagem e de sua gestão. Quando inquiridos pela pesquisa em qual candidato não votariam de “jeito nenhum”, Darci Lermen aparece na frente, com 41,89% de rejeição, seguido por Valmir Mariano, com 23,02%, e Marcelo Catalão, com 18,16%.

Sob qualquer ótica, esses números são desastrosos para as pretensões eleitorais do alcaide municipal. Talvez por isso, num primeiro momento, grupos ligados a sua administração tenham tentado desqualificar a pesquisa; e, ao mesmo tempo, lançaram uma ofensiva propagandística através das redes sociais.


terça-feira, 26 de novembro de 2019

Suspeito de desviar merenda escolar, Darci Lermen é denunciado em crime de responsabilidade pela justiça federal de Marabá

Em caso de condenação, Darci Lermen perde o cargo de prefeito e pode pegar até 12 anos de prisão




Tempos difíceis

Darci Lermen vive tempos difíceis no seu atual mandato, ele sofreu mais um duro revés no Poder Judiciário, uma ação de improbidade que tramitava na Justiça Federal de Marabá foi convertida em ação penal pelo magistrado titular do feito, quando o caso ainda estava na área cível o juiz determinou o bloqueio de cerca de R$ 10 milhões (clique aqui) nas contas bancárias dos empresários e do prefeito de Parauapebas.

O caso

Ainda na sua primeira passagem pela prefeitura de Parauapebas, período de 2005 a 2012, Darci Lermen conduziu a contratação da empresa Geraldo J. Coan e Cia. Ltda., conhecida como COAN, o objeto era a aquisição de gêneros alimentícios destinados ao consumo da merenda escolar da rede municipal de ensino, o Ministério Público Federal constatou várias irregularidades, o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-PA) decidiu pela não aprovação das contas da secretaria de educação, o caso foi parar na Justiça Federal, sob Processo N° 0003175-12.2016.4.01.3901, na 1ª VARA FEDERAL DE MARABÁ.

Apreensão na prefeitura de Parauapebas

Embora a ação foi distribuída em 22 de junho de 2016, apenas agora o site do Tribunal Federal da 1ª Região permite acesso a alguma informação sobre o feito, depois que a justiça federal imprimiu uma certa celeridade ao processo, algo que está causando apreensão no governo municipal de Parauapebas, ainda mais depois que ocorreu a conversão da ação de improbidade para Crime de Responsabilidade e sua respectiva ação penal, causando o enquadramento do prefeito Darci Lermen no art. 1º, incisos II e III, do Decreto-Lei n. 201/67, esta norma prevê a perda do cargo e pena de prisão de 2 a 12 anos de reclusão:

"Desta feita, considerando o princípio da celeridade processual, chamo o feito à ordem e, por entender preenchidos os requisitos previstos no art. 41 do CPP, porquanto deduz pretensão punitiva consubstanciada em circunstâncias que prefiguram prática de infração criminal, em conformidade com as peças informativas coligidas, recebo a denúncia oferecida em desfavor de Darci José Lermen, Claudimir José de Melare Coan, Rubens Alberto Coan, Geraldo João Coan e Valdomiro Francisco Coan, como incursos nas sanções punitivas do art. 1º, II e III, do Decreto-Lei n. 201/67, e determino, em consequência, a operacionalização das seguintes diligências:" (Trecho da Decisão do juiz da 1ª VARA FEDERAL DE MARABÁ)