quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Bolsonaro continua desafiando o povo brasileiro e autoriza aumentar o gás de cozinha

Achando pouco, o governo chefiado por um presidente irresponsável, um vagabundo, segundo o delegado Waldir (PSL/Goiás), autoriza mais um aumento no gás de cozinha


Bolsonaro e Roberto Castello Branco, presidente da Petrobras


Governo Bolsonaro autoriza aumento no preço do botijão de gás a partir desta terça-feira

Sob o governo de Jair Bolsonaro (PSL), a Petrobras autorizou um aumento de 5% no preço do gás nas distribuidoras a partir da noite desta terça-feira (22).

Com o reajuste, os consumidores residenciais e comerciais devem pagar pelo menos 3% a mais no botijão do gás. No entanto, o preço para o consumidor final pode ser diferente, pois as distribuidoras acrescem ao percentual de aumento os custos com mão de obra, logística, impostos e margem de lucro.

O anúncio foi feito pelo Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) em nota à imprensa e confirmado pela Petrobras.

“O Sindigás informa que suas empresas associadas foram comunicadas pela Petrobras, na tarde de hoje [21], sobre o aumento no preço do GLP residencial (embalagens de até 13kg) e empresarial (destinado a embalagens acima de 13 kg). O aumento passa a valer a partir de amanhã, dia 22 de outubro, nas unidades da petroleira. De acordo com as informações recebidas da Petrobras, o aumento do GLP residencial oscilará entre 4,8% e 5,3%, e o aumento do GLP empresarial entre 2,9% e 3,2%, dependendo do polo de suprimento”, informa a nota.

terça-feira, 22 de outubro de 2019

O CHILE explodiu, quando será o Brasil

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto


América Latina rebelada: A Projeção Continental do Povo e a geopolítica da força

Pedro Marin | Revista Opera
Algumas coisas têm em comum o Equador, o Chile, o Peru e a Colômbia. A primeira, talvez a mais óbvia nesses dias que cheiram a gasolina e fogo, é que uma onda de instabilidade os tem atingido, um atrás do outro.
A segunda, que nos diz algo, mas não muito, é que são todos países governados por finos representantes do consenso liberal – do tipo que comem com garfos e facas, alguns mais do que outros, e não com as mãos. E, garfos e facas em mãos, fazem de tudo para comer da mesa do povo, dividindo-na e brindando requintados uísques com os sócios estrangeiros, até que ao povo nem mais as migalhas sobrem.

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

CANAL 2N: Lula "namora" Flavio Dino para 2022

Lula "namora" Flavio Dino para 2022

Por Sinvaldo Braga - Canal 2N - clique aqui

Nesse último fim de semana a revista Veja trouxe como matéria de capa uma informação relevante para os presidenciáveis de 2022.
Pesquisa encomendada pela revista simulando a eleição de 2022 mostra que existe apenas um nome do campo progressista que seria capaz de derrotar Bolsonaro: o nome é Lula.
Ciro Gomes, que ataca impiedosamente o PT e o Lula em todas as oportunidades, sequer chegaria ao segundo turno. Com 11% de intenções de votos, teria menos votos que teve na eleição de 2018, ou seja, está encolhendo.
Duas coisas chamam a atenção na pesquisa: primeiro, apesar de estar preso há um ano e meio, Lula mantém seu capital político praticamente intocável e é quase certo que sua soltura irá transformá-lo no homem a ser batido.
Segundo, como a pesquisa foi feita via telefone, é provável que o público pesquisado seja formado em sua maioria pelas classes média e alta, o que nos faz concluir que Lula cresceu nos últimos meses até nas camadas sociais em que o antipetismo é historicamente mais forte.

sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Líder do PSL diz que BOLSONARO é um VAGABUNDO

"Eu sou o cara mais fiel a esse vagabundo, cara. Eu votei nessa p****, eu andei no sol 246 cidades, no sol gritando o nome desse vagabundo"

Quem falou isso foi um deputado maluco, um desqualificado delegado do Goiás, cuja alcunha é Waldir, acredite, ele é líder do PSL na Câmara, uma legenda de aluguel que foi usada para abrigar candidaturas de milicianos porcos, de vagabundos.

Escute o áudio abaixo, clique na imagem:

quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Na Política e Sociedade, Psicopatas ou Pervertidos: o Fascismo

CANAL 2N: Flagrado em supostos crimes pela Vaza Jato, no The Intercept, Sérgio Moro tem Habeas Corpus negado pelo STF



Data de Publicação: 14 de outubro de 2019
Por Lindolfo Mendes

Advogado pede HC para Moro, buscando censurar o site The Intercept

O caso é um verdadeiro 'causo' jurídico, não fosse ter sido noticiado na página oficial do Supremo Tribunal Federal (aqui) se poderia afirmar que se trata de estória de pescador.

Pois bem, um confuso advogado, desses que devem acreditar que a terra seja plana, com receio de que o conteúdo do site The Intercept possa resultar na prisão do ex-juiz Sérgio Moro, manipulou indevidamente o uso do HC para tentar censurar o bom e livre jornalismo, o rapaz deve ter aprendido direito com o seu suposto paciente.

Na verdade, a tentativa do advogado é uma bizarrice jurídica, somente comparável às sentenças do próprio Sérgio Moro, a sandice foi negada pelo ministro do STF, Celso de Melo:

"O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou a tramitação do Habeas Corpus (HC) 173519 (aqui), impetrado em favor do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, com o objetivo de bloquear o site The Intercept e proibir a reprodução pelos meios de comunicação do conteúdo das conversas vazadas entre integrantes da força tarefa da Operação Lava-Jato. O decano destacou que ação é inviável, pois tinha pretensão diversa da sua destinação constitucional, que é assegurar o direito de ir e vir." (aqui)

O ex-juiz Sérgio Moro foi desmascarado pela série de reportagens conhecidas como VAZA JATO, publicadas pelo site The Intercept (aqui), fosse o Brasil um país onde a lei valesse para todos, o hoje ministro da justiça do governo Bolsonaro e quase todos os membros da denominada Operação Lava Jato já estariam afastados dos seus cargos e presos preventivamente.

A gravidade do conteúdo das mensagens secretas trocadas pelos agentes da Lava Jato, entre eles o procurador da república Deltan Dallagnol e o ex-juiz Sérgio Moro, levou um ministro do Supremo Tribunal Federal a classificar a 'República de Curitiba' como típica organização criminosa (aqui).

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

CANAL 2N: Eleições 2020 - o fim das coligações partidárias e suas incertezas



Data de Publicação: 14 de outubro de 2019
Por Sinvaldo Braga
Canal 2N


Eleições 2020 - o fim das coligações partidárias e suas incertezas

O fim das coligações partidárias proporcionais devia ser motivo de desespero para muitos. 

A eleição de 2020 será a primeira sem coligação partidária proporcional, ou seja, cada partido terá que se virar para atingir o coeficiente eleitoral e eleger seus vereadores. Esse cenário, pelo seu ineditismo, ainda suscita muitas dúvidas e põe em xeque a sobrevivência de vários partidos.

Em Parauapebas, pelo histórico das últimas eleições, poucos partidos terão capacidade de eleger vereadores. Vejamos o caso específico do Partido dos Trabalhadores (PT):

Com 57 deputados federais, o PT será o partido com maior tempo de TV e rádio, além de contar com a segunda maior fatia do fundo eleitoral e partidário (R$ 350 milhões). O cálculo leva em conta as bancadas atuais de deputados federais e o Fundo Eleitoral.

Pois bem, com todo esse tamanho a nível nacional, há grande risco do PT novamente ficar sem representantes na Câmara de Vereadores de Parauapebas e afundar ainda mais na crise de representatividade por qual passa.

Depois de eleger a maior bancada de vereadores na eleição de 2012 (foram 4 candidatos eleitos), na eleição de 2016 o PT fez uma tresloucada e inexplicável coligação com o PSDB. O resultado foi pífio. Mesmo com o candidato Miquinha chegando a expressivos 1.842 votos, o PT contribuiu para a coligação com vergonhosos 3.876 votos no total.

Bem, mas o que isso significa?

Convido o leitor a fazer o seguinte exercício de lógica: imaginemos que em 2016 a eleição tivesse sido realizada sem a possibilidade de coligação proporcional como será em 2020, o que teria acontecido com o PT à época?

Em 2016 tivemos 127.103 votos válidos na eleição proporcional (82,45% do eleitorado total), o que fez o coeficiente eleitoral atingir a marca dos 8.474 votos. Sem esquecer que o Miquinha foi um ponto fora da curva, o que o PT teria que fazer para tentar eleger pelo menos 1 vereador naquele ano?

A resposta: saindo sozinho, teria que encontrar, no mínimo, mais 15 outros candidatos com uma média de 306,53 votos por candidato para atingir o coeficiente eleitoral daquele ano. Fácil concluir pela impossibilidade do evento, ou seja, o PT não teria eleito nenhum vereador, mesmo com um dos candidatos chegando a quase 2 mil votos.

Voltando a focar em 2020, a dramática situação por qual passa o PT com o fim da coligação proporcional se estende a vários outros. Conheço gente que garante que apenas três ou quatro partidos elegerão vereadores. Exageros à parte, a situação exige ações emergenciais para aqueles que pensam em sobreviver à eleição de 2020.

Em primeiro lugar, o partido deve encontrar pelo menos 20 bons nomes que possam somar uma média mínima de 400 votos por candidato. Para qualquer um que já tenha participado de alguma eleição sabe o quão difícil é atingir esse número, é exatamente por esse motivo que os partidos se coligavam.

Em segundo, os partidos (todos eles) terão que pensar seriamente em lançar seus candidatos a prefeito. Sem um forte nome a chefe do executivo que ponha em destaque o partido e seus postulantes à câmara de vereadores, a missão de ter alguém eleito será bem mais difícil, quiçá impossível.

Enfim, apesar de ter usado o PT como exemplo, não é apenas o PT, a situação não está fácil para ninguém. Mas, como diz o velho ditado popular, “não existe nada tão ruim que não possa ficar pior”.

Leia AQUI no CANAL 2N

BELÉM/PA: 2 milhões de fiéis com Maria, no Círio de Nazaré



Belém/PA - abençoada, apesar de tudo

A reportagem do DOL (aqui) mostra a linda imagem de 2 milhões de fiéis que lotaram as ruas de Belém/PA para agradecer e homenagear Nossa Senhora Maria de Nazaré, na maior festa religiosa do Brasil.

Todo ano, no segundo domingo de outubro, Belém é renovada pela manifestação de fé de pessoas oriundas de todo o mundo, dia de festa e de dia de paz.

A multidão toma um corpo só - MARIA DE NAZARÉ.


domingo, 13 de outubro de 2019

IRMÃ DULCE - a SANTA DO BRASIL é a expressão verdadeira do CRISTIANISMO

A canonização de Irmã Dulce é mais uma mensagem do Papa Francisco afirmando a sua opção pelos Pobres, a essência do cristianismo



Não é pelo dinheiro dos pobres, é por eles - OS POBRES 
A opção pelos pobres é indissociável da palavra de CRISTO, é o que reafirma o Papa Francisco com a canonização de Irmã Dulce.

A opção pelos pobres é a essência do CRISTIANISMO, não se deve confundir a opção pelos pobres com a 'obsessão pelo dinheiro dos pobres' a falsa palavra cristã, o anticristianismo praticado e estimulado pelos templos neopetencostais e seus vendilhões tipo: Edir Macedo, Silas Malafaia, Valdemiro Santiago, etc.

_______________________________________________________________

"Irmã Dulce Lopes Pontes

Maria Rita nasceu, em Salvador, Bahia, em 1914. Tinha 6 anos quando sua mãe faleceu. Aos 18, entrou para a Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, onde recebeu o nome de Dulce. Fundou a União dos Trabalhadores de São Francisco, um movimento operário cristão, e o hospital Santo Antônio.

Irmã Dulce faleceu na capital baiana em 1992. Foi beatificada em 2011, durante o Pontificado de Bento XVI.

O milagre que a levou à canonização é a cura milagrosa de José Maurício Bragança Moreira, que ficou cego por causa de um glaucoma grave. Ao sofrer de conjuntivite, colocou uma pequena imagem da Irmã Dulce sobre os olhos, pedindo a sua intercessão. Quando acordou, voltou a ver de novo.

A beata brasileira Irmã Dulce (1914-1992) foi canonizada neste domingo (13/10) pelo papa Francisco, em cerimônia realizada no Vaticano. Com dois milagres reconhecidos pela Igreja Católica, a freira baiana se torna a primeira santa brasileira."

sábado, 12 de outubro de 2019

EQUADOR: Governo já assassinou seis populares

Apenas a Telesur mantém sinal de Quito, capital do Equador




A população do Equador não aceita mais o governo de Lenín Moreno, responsável pelo assassinato de seis pessoas que protestavam contra suas reformas e fim dos subsídios aos combustíveis, medidas exigidas pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

As medidas aplicadas no Equador são similares aquelas adotadas por Macri, na Argentina.

No Brasil, Bolsonaro faz pior e também levará o país ao caos e à pobreza vivenciada na Argentina e Equador.

EQUADOR: População faz presidente recuar com sua política neoliberal

Lenín Moreno, que nem Macri e Bolsonaro, jogou o Equador no caos com suas reformas e política neoliberal 

Veja imagens




Papa Francisco: Nossa Senhora - Uma mensagem para os Cristãos



quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Mais um juiz, miliciano de toga, absolve neonazista em Santa Catarina

Depois da Lava Jato, o judiciário brasileiro virou uma piada cara e de mau gosto, parece que acha pouco e abriga um covil de milicianos de togas 


Foto: PCSC - Revista Fórum


Judiciário corrupto

Parece que o juiz pensa igualzinho aos seus absolvidos, dada a clareza dos crimes cometidos pelos dois vagabundos de Santa Catarina, depois de Moro e TRF4, nada se pode esperar desse Poder Judiciário corrupto nas suas entranhas, adoecido da alma, além desse tipo de sentença de apologia ao nazismo, o que se pode constatar é que agora o país tem albergado pelos togados do Sul do país o culto ao nazismo.

Tivéssemos leis, o próprio juiz é que deveria sentar no banco dos réus:

"Está permitido em Santa Catarina defender o nazismo e divulgar suásticas. Ao menos é o que dá a entender a decisão do juiz Augusto Cesar Aguiar, da 1ª Vara Criminal de Itajaí. Em sentença proferida nesta terça-feira (8), o magistrado absolveu dois indivíduos que colaram pela cidade cartazes comemorativos em razão aniversário do ditador Adolf Hitler, em 2014, e que ostentavam fotos de suásticas nas redes sociais.
O Ministério Público de Santa Catarina denunciou Fabiano Schmitz e Kaleb Frutuoso por crime de preconceito de raça por associação ao nazismo, mas Aguiar não entendeu que a ação representava uma incitação ao regime genocida que imperou na Alemanha."  Leia na Revista Forum)


  • Como se constata, a pergunta que se deve fazer é como esse tipo de juiz ingressa na magistratura, qual a lisura do concurso público que aprova esse tipo de indivíduo para exercer uma função tão importante para a sociedade e sua pacificação.

Léo Mendes - Rádio Cariri


quarta-feira, 9 de outubro de 2019

URGENTE: Pagamento da CFEM deverá ser realizado amanhã (10)

Prefeitura deve receber da União os royalties da mineração (CFEM) nesta quinta-feira (10)


Resultado de imagem para A GENCIA NACIONAL DE MINERAÇÃO

CFEM, FINALMENTE 

Parauapebas/PA, maior pólo mineral do planeta, está sem receber qualquer pagamento da CFEM desde o dia 15 de agosto, quando foi depositado apenas R$ 30.520,91.

Segundo informações, amanhã a União pagará a parcela da CFEM, os municípios mineradores brasileiros ficaram todo o mês de setembro sem receber qualquer centavo, implicando em séria dificuldades para os pequenos fornecedores desse entes.

O governo Bolsonaro não deu qualquer explicação convincente sobre essa lambança, tudo indica que se tratou de mais um caso de incompetência pura e simples.
_________
Obs: O pagamento já foi creditado nas contas das prefeituras, nesta noite de quarta-feira (9)

terça-feira, 8 de outubro de 2019

Câmara de Parauapebas: Portal da Transparência - o caso das caminhonetes



Caminhonetes e combustível

Em 2019, o atual presidente da Câmara de Parauapebas, Luiz Castilho, gastou R$ 495.732,00 em despesas com material de consumo para os vereadores da cidade.

Apenas com gasolina e óleo diesel, foram queimados mais de R$ 285 mil. Deste total, R$ 78 mil na data de 16 de julho de 2019, mês que a Câmara se encontra de recesso.

No item, 'outros serviços de terceiros pessoa jurídica', os vereadores gastaram R$ 2.247.396,27. Deste total, R$ 610.720,00 foram gastos com a locação de 'caminhonete' 4x4 para uso dos vereadores, ao custo mensal de R$ 76.340,00 (AQUI).

As despesas, em conjunto, com a locação de caminhonetes e combustível, consomem cerca de R$ 160 mil/mês.

Todas as informações são do Portal da Transparência da Câmara de Parauapebas.

Saia justa

O Portal da Transparência da Câmara Municipal de Parauapebas tem informações das despesas realizadas até o dia 16 de setembro último.

A polêmica sobre a Lei de Acesso à Informação colocou uma saia justa no presidente da Câmara de Parauapebas, que precisaria zelar mais pela qualidade das informações e atos que permitam uma melhor fiscalização dos recursos orçamentários do órgão que ele administra, juntamente com a Mesa da Casa.

É fato, os carros locados pela Câmara de Parauapebas não utilizam adesivos, praticamente impossibilitando a sua identificação, bem como, não se tem notícia de qualquer controle quanto aos quilômetros rodados por cada veículo, o próprio contrato de locação prever 'quilometragem livre'.

Há esclarecimentos que não são possíveis colocar no Portal, justificando o pedido de informações por qualquer interessado, cabe ao presidente atender com urbanidade os requerimentos protocolizados na Câmara.

segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Presidente da Câmara de Parauapebas/PA é abordado sobre a 'Lei de Acesso à Informação'




Direito de todos

A Lei n° 12.527/11 é conhecida como Lei de Acesso à Informação (LAI), ela garante a qualquer interessado, sem distinção, solicitar dados sobre licitações, contratos e demais atos administrativos, a autoridade não pode negar o acesso às informações requeridas, sob pena de ser responsabilizada, inclusive um possível enquadramento na Lei de Improbidade Administrativa.

Polêmica com o presidente da Câmara de Parauapebas

Luiz Castilho, vereador que preside a Câmara de Parauapebas, se envolveu numa polêmica acerca da Lei de Acesso à Informação, indagado sobre um requerimento com pedido de informações sobre a locação de caminhonetes, segundo o popular, os veículos 'sumiram' e a Câmara não atendeu o seu pedido sobre os fatos, o parlamentar disse que não respondeu ao pedido pelo motivo do interessado 'não ser constituído'.

Vídeo gerou polêmica

O embate entre o presidente da Câmara de Parauapebas e o popular circula pelas redes sociais em vídeo ao vivo e a cores, o que colocou o presidente da Câmara de Vereadores em situação constrangedora, seja pela abordagem em si, ou seja pela resposta sem fundamento e contrária à lei, postura infeliz que ele assumiu naquele momento.

Embora seja questionável a abordagem realizada contra o presidente da Câmara, também é inadequado ignorar termos tão claros da Lei de Acesso à Informação, negando ao interessado um direito fundamental à cidadania, à transparência e a consolidação da boa gestão e probidade administrativa.

Caminhonete

Os fatos exigem que o presidente da Câmara de Parauapebas seja mais zeloso com a gestão do patrimônio público sob sua responsabilidade, principalmente o uso de veículos locados com recursos do erário, a cidade tem ciência de ocorrência da maior gravidade com a utilização desses bens, como exemplo, a morte trágica de um jovem de 22 anos por um vereador, suspeito de embriaguez ao volante e uso indevido do bem locado pela casa legislativa do município (LEIA AQUI).

Parauapebas/PA: Entrevista exclusiva, Raimundo Neto diz que poderá ser candidato a prefeito

Com uma população estimada de 208.273 habitantes em 2019 (IBGE), Parauapebas é o maior polo mineral do planeta, tem o maior orçamento público do interior do Pará




O CANAL 2N publica na TV 2N uma entrevista exclusiva com Raimundo Neto (PT), ex-secretário de educação de Parauapebas, confira a seguir:


"Raimundo Neto entra para a lista de pré-candidatos a prefeito.

O professor e advogado Raimundo Neto concedeu uma entrevista exclusiva ao Canal 2N e deixou sua impressão sobre os mais variados temas: falou de sua origem, de sua trajetória, de sua experiência de 10 anos como secretário de educação e não titubeou quando questionado sobre se seria candidato a prefeito em 2020.

A entrevista será publicada na integra em nosso canal no YouTube em três partes: na primeira, Raimundo Neto fala de sua origem e faz uma análise da conjuntura da política nacional; na segunda parte, Neto faz uma análise da conjuntura municipal e finaliza na terceira parte afirmando sua disposição em concorrer ao cargo de prefeito de Parauapebas."



Veja abaixo o trecho em que Raimundo Neto diz que será candidato a prefeito:


sábado, 5 de outubro de 2019

Parauapebas: PSOL defende candidatura progressista e de oposição ao governo Darci

Edmilson Rodrigues e Rubens Moraes

Dr. Rubens Moraes

O  PSOL em Parauapebas-PA realizou uma grande reunião com seus militantes para debater a conjuntura em vista das eleições do ano que vem.

O presidente do PSOL no município,  o advogado Rubens Moraes, ao lado do deputado Edmilson Rodrigues, defenderam a importância da união dos partidos de esquerda, de centro esquerda e de todo o campo progressista para a disputa eleitoral em 2020, construindo uma alternativa para ser apresentada ao povo de Parauapebas. 

O partido prioriza compor uma ampla aliança para disputar as eleições de Parauapebas, apresentando o advogado Rubens Moraes como pré-candidato a prefeito.

Oposição ao governo Darci

Na ocasião foram apresentados 90 novos filiados ao partido. Durante as intervenções foi encaminhada a proposta da elaboração de uma carta pública do PSOL, como partido de oposição ao atual governo de DARCI, se colocando como uma alternativa para as próximas eleições municipais.

Denuncias contra o governo DARCI

A perseguição e ameaças contra os atuais dirigentes sindicais, a tentativa de interferência nos sindicatos, são denúncias que foram feitas ao deputado Edmilson Rodrigues, durante a plenária, que ocorreu no auditório do IFPA.



AO VIVO: Concilia Plebis - Rádio Borborema


Parauapebas: Valmir da Integral (PSD) e Miquinhas (PT) conversam sobre as eleições municipais



Valmir da Integral (PSD) e Miquinhas (PT) - as eleições de 2020 em Parauapebas

As conversas para as eleições municipais de 2020 já estão mexendo com a política de Parauapebas, um encontro importante ocorreu entre o ex-prefeito Valmir da Integral e o ex-vereador Miquinhas, ambos são pré-candidatos a prefeito.

Embora a conversa tenha sido informal, não foi um ato oficial dos partidos, nem do PSD e nem do PT, mas é fato que se trata de um sinal que deve deixar o prefeito Darci Lermen e demais postulantes ao Morro dos Ventos com uma certa preocupação.

Mudaria os rumos

Com apenas 6 candidatos a vereador em 2016, o PT teve 3.876 votos.

Miquinhas foi o mais votado da legenda, com 1.842 votos, mesmo assim não conseguiu renovar seu mandato, ficando na suplência.

Todos sabem, em 2016, Valmir da Integral também perdeu a eleição para Darci Lermen (MDB) por uma diferença de apenas 4.131 votos.

Hoje, as coisas mudaram bastante, mesmo assim, uma aliança PSD e PT, Valmir da Integral e Miquinhas, provocaria um enorme impacto na disputa eleitoral de 2020.

Posições invertidas

Até onde se sabe, por enquanto, o jogo se inverteu, agora Darci Lermen vem para tentar a releição em 2020, ao que tudo indica, terá que enfrentar o ex-prefeito Valmir da Integral, que segundo as pesquisas eleitorais (divulgadas e não divulgadas) ele estaria com uma boa dianteira, podendo vencer a disputa para o governo local se a eleição fosse realizada hoje.

Valmir da Integral

O ex-prefeito Valmir da Integral está fazendo tudo certinho, convida a todos para conversar, se dispondo a compor uma ampla coligação e consolidando seu nome como o principal adversário para o atual governo.

Desgaste, mas ainda é cedo

O prefeito Darci Lermen experimenta um desgaste imenso, pelos grandes desacertos da sua gestão, em todas as áreas, mas tal situação não lhe é estranha, em 2008, Darci foi para a campanha também com um governo extremamente rejeitado, na pré-campanha perdeu o seu então vice-prefeito, pastor Moisés, para a chapa de Bel Mesquita, sua adversária. 

Darci conseguiu reagir e terminou vencendo o pleito com 57,29% dos votos válidos contra 40,12% de Bel Mesquita.

Reação e imaginação

Dentro da máquina governista há quem diga que o prefeito Darci já está reagindo, que isso já está sendo detectado nas pesquisas para consumo interno, que várias iniciativas já estão dando retorno, notadamente no conjunto de obras que foi empreitada e está sendo executada pela prefeitura.

Há quem diga que só 'inglês' está conseguindo ver essa reação governista e essas obras no município. 

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

PARAUAPEBAS: Ex-governadora ANA JÚLIA fortalece o PC do B para 2020


A imagem pode conter: 4 pessoas, incluindo Elton Reis, pessoas sorrindo, pessoas em pé
Parauapebas/PA: Ana Júlia, Elton Reis, Darci Lermen e Jorge Panzera 

Ana Júlia organizando o PC do B para 2020

O que se comenta é que o nome de ANA JÚLIA foi testado para a disputa pela prefeitura de Belém, com números alvissareiros para a futura candidata do PC do B, fato que fez o contratante da pesquisa esconder os resultados.

A ex-governadora ANA JÚLIA lidera a renovação do PC do B para as eleições municipais de 2020, ela esteve em Parauapebas para a Conferência do partido na cidade, realizada no último dia 29/09.

Ana Júlia foi muito bem recebida pela militância do PC do B, a Conferência do partido foi um sucesso e todos apostam numa guinada da legenda em Parauapebas.


A imagem pode conter: 15 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
Foto: PC do B (aqui)


Parauapebas é maranhense e esse povo conhece a experiência exitosa de Flávio Dino 

O PC do B tem um espaço gigantesco para crescimento em Parauapebas/PA, uma cidade maranhense da gema, apesar de localizada no Pará.

O maranhão é governado por Flávio Dino, do PC do B, assim não deve ser difícil mostrar à imensa população daquele estado que reside em Parauapebas que o PC do B se trata de uma boa opção em 2020, afinal, tem tido um grande sucesso na gestão do nosso vizinho e querido Maranhão.

É bom acreditar!

URGENTE: LULA acaba de ganhar o Título de Cidadão Honorário de Paris

Honraria só foi concedida a apenas 17 pessoas em toda a história, entre elas, Nelson Mandela


Sérgio Moro contaminou todo o judiciário brasileiro - a venda de sentenças se espalhou pelo país

Sérgio Moro ganhou propinas na forma de prêmio e de cargo público, da Globo e de Bolsonaro. Um desembargador desconhecido vira presidente do TRF4, um prêmio propina por condenar LULA


Leia tudo no - https://theintercept.com/2019/09/29/juizes-desembargadores-venda-sentencas/


Dinheiro, cargos públicos, prêmios da Globo - a corrupção é a regra no Poder Judiciário do Brasil, a Lava Jato é o maior exemplo

Um levantamento inédito mostra que o Conselho Nacional de Justiça investigou 14 desembargadores e sete juízes pelo comércio de liminares, sentenças e habeas corpus desde 2005

Em São Francisco do Conde, na região metropolitana de Salvador, uma decisão judicial para livrar um político de uma acusação de corrupção sai por R$ 400 mil.

Em Xinguara, no Pará,um habeas corpus para um acusado de assassinato,por R$ 70 mil.

Na pequena Ceará-Mirim,no interior do Rio Grande do Norte, o valor é mais humilde: R$ 750 cada liminar.


terça-feira, 1 de outubro de 2019

PARAUAPEBAS: A justiça determinou o bloqueio de bens do prefeito Darci Lermen e de mais nove pessoas

Aterro sanitário de Parauapebas: desapropriação pode ter sido superfaturada em mais de R$ 10 milhões




Ação Popular

No último dia 26, o juiz da Vara da Fazenda Pública e Execução Fiscal de Parauapebas/PA, nos autos do processo n° 0808498-04.2019.8.14.0040, uma Ação Popular, determinou o bloqueio de bens do prefeito de Parauapebas, Darci José Lermen, e mais 9 pessoas, entre elas: ex-vereador, secretário, ex-secretário, ex-chefe de gabinete e outros envolvidos.

O valor bloqueado nas contas dos réus na desapropriação é de R$ 10.613.111,86. 

Superfaturamento

O juiz Lauro Fontes Júnior entendeu que os elementos trazidos pelos autores da Ação Popular foram suficientes para demonstrar grande probabilidade de superfaturamento na desapropriação da área destinada ao aterro sanitário da cidade, cujo valor seria de cerca de R$ 2.08 milhões, mas pela qual a prefeitura pagou a soma de mais R$ 12.7 milhões, ou seja, R$ 10.6 milhões de superfaturamento.

Simplesmente, conforme o laudo apresentado pelos autores da Ação Popular, a área teve um superfaturamento de 10 vezes o seu valor aproximado por metro quadrado.

Afastamento de prefeito e servidores

O juiz o não acatou o pedido para o afastamento do prefeito e demais agentes públicos dos seus cargos, entendeu o magistrado que na Ação Popular não há previsão legal para essa medida drástica.

No entanto, dada a quantidade de processos dessa natureza, contra o atual e o ex-prefeito da cidade, a  situação pode ser considerada excepcional a merecer uma decisão nesse sentido por parte do judiciário local.

Seguro morre de velho

O que se constata é que não é um fato isolado, parece que foi ligado o botão do "tô nem aí" pelo governo de Parauapebas, não se trata de uma única ação judicial, são várias, talvez mais de uma dezena, todas bem fundamentadas, gerando um "rastro de pólvora" que uma hora pode chegar no barril.

É bom o prefeito montar uma equipe de confiança e competente para fazer um pente fino do que acontece no seu entorno, afinal, seguro morreu de velho.

Governo Bolsonaro deixa municípios mineradores sem royalties

A irresponsabilidade de Bolsonaro com a população dos municípios mineradores coloca gestores das prefeituras em dificuldades com credores 


Resultado de imagem para bolsonaro METE A MÃO
Bolsonaro atrasa a CFEM e coloca os municípios mineradores em dificuldades


Governo de milícias 

O chefe do governo que cultua milícias, torturadores e assassinos oficiais, Bolsonaro, ainda não emitiu qualquer explicação quanto ao pagamento dos royalties da mineração, os municípios ficaram o mês de setembro sem um centavo do precioso recurso, Parauapebas/PA, o que mais tem a receber, também o mais prejudicado pelo desgoverno federal, viu pingar a CFEM pela última vez no dia 15 de agosto, míseros R$ 30.520,91 e de lá para cá, até hoje, nenhum centavo foi depositado nos cofres da rica prefeitura do interior do Pará.

A explicação é que Paulo Guedes estaria usando esse atraso nos royalties para pressionar os prefeitos a apoiarem a reforma da previdência no Senado, aquela 'reforma' que visa apenas 'roubar' a aposentadorias dos trabalhadores para entregar aos bancos e à especulação financeira, única especialidade do ministro escolhido pelo Bolsonaro.


segunda-feira, 30 de setembro de 2019

PARAUAPEBAS: Desapropriação milionária de R$ 14 milhões para ampliar o cemitério

Em desapropriação polêmica, a prefeitura  quer comprar 10 alqueires em APP - Área de Proteção Permanente - por R$ 14 milhões




Parauapebas e suas desapropriações

A capital do minério é conhecida por realizar desapropriações escandalosas, numa delas, o ex-prefeito Valmir da Integral teve seus bens bloqueados pela justiça (aqui), agora, o atual governo chefiado por Darci Lermen também caminha para se envolver numa verdadeira 'maracutaia', desapropriar uma área alagadiça, comprando 10 alqueires por R$ 14 milhões de reais, para ampliar o cemitério da cidade, sendo que os técnicos da prefeitura alertam que a área é de proteção permanente e que apenas 1 (um) alqueire seria aproveitável.

Isso mesmo: 10 x 1

Segundo técnicos da prefeitura, que pedem proteção da fonte ao Blog, a área alvo da desapropriação é de proteção permanente, uma APP, sendo que menos de um alqueire seria aproveitável para a destinação pretendida pelo governo local, ou seja, dos 10 alqueires, menos de um, menos de 10% da área serviria para ampliação do cemitério.

A desapropriação, alertam os técnicos, é um verdadeiro 'pé na cova' para o governo municipal.

Processo sigiloso

O processo de desapropriação, sigilosamente, avança rapidamente nos órgãos internos de controle no sentido da sua aprovação, os agentes públicos pedem socorro diante da pressão que estão sofrendo para a emitirem laudos e pareceres favoráveis à 'maracutaia'. 

Vereadores 

O que se comenta é que a desapropriação é exigência de 5 vereadores, que já estariam 'acordados' com o proprietário da área, eles estão fazendo pressão total no governo para que desembolse os R$ 14 milhões pela área.

Cavando a cova

Evidente, o governo local deveria tornar público seu sigiloso processo de desapropriação, com todos os dados, laudos e pareceres.

Seria uma boa ideia buscar um parecer prévio do Ministério Público e do Tribunal de Contas, pois o pouco que se sabe sobre essa 'desapropriação maracutaia' é o suficiente para se afirmar que o governo local está 'cavando sua própria cova'.

Pelo jeito, quando se trata de cemitério, Sucupira e Parauapebas tem lá as suas semelhanças: numa se doa caixão e na outra se cava a cova.