sexta-feira, 9 de junho de 2017

Chacinas e milícias: Helder pede que Força Nacional de Segurança ajude o Pará, mas Jatene recusa

Jatene pede PACIÊNCIA, caso você sobreviva às milícias e chacinas do seu governo que aterrorizam o Pará


video



Helder pede ajuda da Força de Segurança Nacional

Em ofício, entregue por Helder Barbalho, neta terça-feira (8) ao Ministro Torquato Jardim, o ministro paraense pede a presença da Força Nacional de Segurança "haja vista os reiterados e frequentes eventos de violência que acometem a população paraense"

Jatene perdeu o controle, milícias atuam livremente

O Pará teve mais de 46 assassinatos apenas em Belém, realizados por milícias.

Em Pau D'Arco 10 agricultores foram executados por policiais do governo Jatene.

Na última versão do Atlas da Violência, divulgado pelo Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) aponta o Pará como o quinto estado mais violento do país.

Onde já se viu

A população está entregue ao terror de milícias e chacinas, a violência está generalizada em qualquer parte do território paraense, mas o governador age como se estivesse na Suíça, em Liechtenstein ou em Cingapura, apenas para citar locais onde o líder do partido do governador, PSDB, o senador Aécio Neves, tem conta para o recebimento de propina.

Pois é, o terror assombrando as famílias paraenses e Jatene recusa uma ajuda que ainda nem foi oferecida, que precisaria inclusive de pedido dele, do Jatene.

Omisso e incompetente 

Jatene não resolve  é omisso e incompetente, pessoas estão sendo chacinadas, em alguns casos comprovadamente pelos próprios membros dos órgãos de segurança do governo Jatene, noutros casos, tristemente, as suspeitas são seríssimas de que as milícias estejam alojadas no interior do aparato de segurança pública do estado.

Mas Jatene recusa a ajuda!

Tudo estranho!

Veja o que diz o deputado EDMILSON RODRIGUES (no Facebook)

"PACIÊNCIA, GOVERNADOR?

Esta situação de absoluto descontrole na área da segurança pública é agravada pela postura omissão do governador Simão Jatene (PSDB), que age como se o problema não lhe dissesse respeito. Ele é o principal responsável por esse descalabro e pelo terror que invade a casa das famílias paraenses.

O total desmonte de políticas públicas na capital, sequestrada há mais de 13 anos por governos completamente descomprometidos com os interesses e anseios da maioria da população, é um fator que agrava em muito a crise social e o ambiente propício ao aumento da violência sem controle. Este quadro caótico assumiu maiores proporções no último período devido à desastrosa gestão do duplamente cassado prefeito Zenaldo Coutinho (PSDB)".

Nenhum comentário:

Postar um comentário