domingo, 22 de janeiro de 2017

O governo é novo, mas um grupo do Valmir da Integral, até doadores de campanha, não quer sair da prefeitura

Governo novo, equipe nova, mas tem gente que não entendeu e quer manter cargos e contratos




Um grupo de agentes públicos, nomeados para cargos comissionados por Valmir da Integral, doou R$ 278 mil para a campanha do ex-prefeito

A lista de doadores que patrocinaram a campanha de Valmir da Integral é extensa, a maior parte ocupava cargos comissionados, mas acredite, querem renovar seus contratos na prefeitura de Parauapebas em 2017, no governo Darci Lermen, enquanto isso, vários que apoiaram o prefeito eleito estão aguardando sua oportunidade.


Paga a GRIFFO COMUNICAÇÃO e ainda sobra R$ 78 mil




O dinheiro doado pelo grupo, sozinho, dava pra pagar a GRIFFO COMUNICAÇÃO que fez a campanha derrotada Valmir da Integral, a GRIFFO recebeu, oficialmente declarados, R$ 200 mil, ou seja, diante dos R$ 278 mil doados pelo grupo, ainda tem uma sobra de R$ 78 mil.

Ele pagaram a GRIFFO pra derrotar DARCI LERMEN e aliados, mas quem perdeu foi VALMIR DA INTEGRAL, agora querem permanecer na maior normalidade.

Veja a LISTA DOS DOADORES da campanha de Valmir da Integral

Lista dos principais doadores da campanha do Valmir da Integral é pública e pode ser acessada clicando AQUI no www.tse.jus.br.


Mais de 20% do custo da campanha pago com salário de servidor

Do total geral gasto pela campanha de Valmir da Integral, 20,1% foi pago com doações realizadas por agentes públicos, ocupantes de cargos comissionados nomeados pelo próprio prefeito Valmir da Integral.

Percentual sobe pra 58.68%

Caso seja descontada a doação que o próprio prefeito fez pra sua campanha, o percentual dos recursos doados pelos ocupantes de cargos comissionados sobe pra 58.68%, algo mais que significativo.

Abuso estaria nas mãos do MPE

A lista de doadores de campanha estaria sendo analisada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), há indícios de ABUSO DO PODER POLÍTICO/ECONÔMICO, em virtude da quantidade de doadores que mantinham cargos comissionados nomeados pelo prefeito Valmir da Integral.

Principais doadores de campanha do VALMIR DA INTEGRAL com salários pagos pela prefeitura






Ronilda Hermelina da Silva,  controladoria geral do município, remuneração de R$ 6.415,95. Doou para a campanha de Valmir da Integral, em 13/09/2016, o valor de R$ 2.7000,00.


Izis Mendes Fick - Assessoria 1 - SEMED/Administração - remuneração R$ 6.099,82. Doou para a campanha de Valmir da Integral, em 13/09/16, o valor de R$ 6.000,00.


Priscila da Silva Sousa - Assessor Jurídico, remuneração R$ 6.099,82. Doou pra campanha de Valmir da Integral, na data de 13/09/2016, o valor de R$ 4.300,00.

Barbara Bandeira F.B. Martins, Controle Interno, remuneração de R$ 10.180,47. Doou para a campanha de Valmir da Integral, na data de 05/09/2016, o valor de R$ 4.000,00.

José de Fátima Rodrigues - Adjunto - SEFAZ - remuneração - R$ 9.045,55. Fez duas doações de R$ 8.300,00 cada uma delas, em  05/09/2016, total de R$ 16.600,00.

Marcelo Ramos Pontes, membro do Gabinete do ex-prefeito Valmir da Integral, com remuneração de R$ 9.097,69. Doou pra campanha de Valmir da Integral, em 05/09/16, o valor de R$ 6.500,00.

Maria Mendes da Silva - Secretária de Fazenda, com  R$ 22.553,80. Fez várias doações, em 02/09/2016, totalizando R$ 28 mil.


Maria Mendes também doou recursos pra campanha 


Flávia Cristina Queiroz Mariano - Secretária de Planejamento, remuneração R$ 10.180,47. Doou para a campanha de Valmir da Integral, em 02/09/2016, o valor de R$ 14.400,00.


Prefeito ao centro, rodeado pelos filhos e filha,
2 deles doadores da campanha



Wanterlor Bandeira Nunes, Chefe de Gabinete, remuneração R$ 10.336,88. Doou pra campanha de Valmir da Integral, em 02/09/2016, o valor de R$ 9.000,00.


Wanterlor Bandeira, também realizou doação

Contratos

A contadora da Prefeitura, Maria Onilce, prestou serviços ao prefeito Valmir da Integral. A empresa inciou suas atividades em 2013, no começo do governo anterior. 


Valmir da Integral e Onilce


Um plano publicitário contra o então candidato a prefeito de Parauapebas, DARCI LERMEN

O que se comenta é que o dinheiro doado na campanha do Valmir da Integral teria sido destinado para ações de marketing da GRIFFO contra o PMDB e as coligações do candidato a prefeito Darci Lermen, nas eleições de 2016.


Ex-prefeito Valmir (capacete), o blogueiro Bacana (microfone),
os publicitários Alexandre Amaral e Marcus Pereira

3 comentários:

  1. Uma vergonha, tanta gente boa boa que esta do lado do darci e este povo querendo ficar nos seus lugares

    ResponderExcluir
  2. E se não tiver pulso continuam igual câncer pq não sabem sobreviverem longe das tetas da PMP...

    ResponderExcluir
  3. No quadro de coordenadores da semed nada mudou!

    ResponderExcluir