quarta-feira, 5 de outubro de 2016

O Ministério Público mostra o dinheiro apreendido em Paraupebas

Operação apreende dinheiro e material de propaganda




Em Parauapebas, o Ministério Público Eleitoral, por meio dos Promotores de Justiça eleitorais, Hélio Rubens, Jeanne de Oliveira e Guilherme Carvalho, realizou fiscalizações no sábado, véspera da eleição, e no domingo numa operação conjunta com a Polícia Civil.

O trabalho conjunto resultou na apreensão de cerca de R$ 200 mil reais em dinheiro, na sede do Partido Democratas, onde funciona o comitê do candidato a prefeito de Parauapebas, Marcelo Catalão. O responsável pela distribuição dos valores, Luciano Teixeira, foi preso em flagrante. Vários documentos também foram apreendidos.





A equipe continuou atuando na madrugada de domingo quando realizou a apreensão de milhares de santinhos, que seriam jogados nas ruas de Parauapebas.



Ainda em Parauapebas, a promotora de Justiça Jeanne Farias de Oliveira ingressou com uma ação requerendo que os partidos sejam obrigados a limpar a cidade.

Um comentário:

  1. Sim, e quanto aos santinhos vão fazer o quê?

    ResponderExcluir