sábado, 28 de maio de 2016

Jucá, Janot, Moro, Gilmar, STF, Rede Globo, Cunha e Aécio - o Brasil tem ânsia de vômito!

O presidente que a Rede Globo tenta impor ao Brasil, Michel Temer, está escondido, por onde anda recebe vaias e é chamado de GOLPISTA


video

A farsa 

A Rede Globo montou uma farsa, cujo alvo é a PETROBRAS, o projeto nuclear e as grandes empreiteiras brasileiras, o objetivo é abalar os alicerces de setores estratégicos da economia nacional, o país levará anos pra se recuperar, o disfarce é um suposto combate a corrupção, algo que não se sustenta, na medida que o personagem mais delatado nem processo existe e se existe não anda, não vem ao caso.

O alvo político

Os golpistas já perceberam que nada adiantaria sem a destruição do maior líder político todas as mudanças, a única liderança de fato do povo brasileiro, por isso empreendem uma verdadeira perseguição ao ex-presidente LULA, uma trupe de GOLPISTAS que o Brasil já conhece, o lamentável é hoje se ter a certeza que esse ataque a DEMOCRACIA brasileira conta com a participação de GOLPISTAS no Poder Judiciário e na sua suprema corte.

Uma vergonha!

Jucá desnudou tudo! Um golpe, uma farsa!




Vaza jato

O Brasil tem ânsia de vômito, veja que o objetivo era "delimitar as investigações", ou seja, mais do mesmo, só que ao invés de livrar apenas o PSDB iriam livrar também a cúpula do PMDB, isso "com o Supremo" no acordo!

Sintonia e nocividade
A "vaza jato" trabalha em sintonia com os interesses nocivos da Rede Globo e do PSDB, o STF ao se acovardar e não responsabilizar seus agentes, simplesmente endossa a ruptura institucional e escracha a Constituição da República.

Delinquência

As delações são armações incentivadas por agentes públicos, preparadas e jogadas em iscas, pura política a serviço dos interesses da Rede Globo, revelando o nível de delinquência que assola as instituições do país.

Renan

Por enquanto, Renan acertou todas sua análises, tanto quanto ao Aécio, quanto a Dilma e quanto aos agentes públicos envolvidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário