quinta-feira, 9 de julho de 2015

Governo contrata advogado e demite médicos - o caos na saúde pública municipal de Parauapebas

Sindicato dos Médicos do Pará recorrerá ao Ministério Público contra demissões de médicos em Parauapebas

video


Governo VALMIR DA INTEGRAL demite 14 médicos, para cortar custos, justifica dizendo que a população não precisa.

O governo resolve demitir 14 médicos no momento em que é acuado pelo Grupo de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Pará, por coincidência ele renova a contratação sem licitação e com aumento dos honorários de duas bancas de advogados, todo o Pará já entendeu, não é difícil.

4 comentários:

  1. E as Unidades de pronto atendimento - UPA???? Apagaram o nome e agora funciona o Centro de especialidades sem médicos.

    ResponderExcluir
  2. Até quando esse desgoverno vai continuar pilhando e humilhando Parauapebas?

    ResponderExcluir
  3. Sem contar que o medico Ginecologista/Obstetra que atendia no USF Liberdade II, Dr Marcelo, foi quem foi treinado pelo municipio para colocar o ESSURE, aquele metodo carissimo que a prefeitura comprou sem a aprovação do conselho municipal de saude!

    ResponderExcluir
  4. Já disse e repito quantas vezes for preciso: Vocês o elegeram apenas por vingança, fazendo ouvido mouco para todos os avisos de "velho caloteiro", agora têm que "engoli-lo" até o fim. Afinal falta apenas um ano. Ora, se o velho é protegido do Simão, o MPE e o GAECO não vão mexer com ele. Só Deus no comando, e saibam que Deus não é vingativo, cada um que se enforque com a sua própria corda.

    ResponderExcluir