quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Dinheiro do PT e do Darci: crime eleitoral foi confessado pela esposa do primo do Keniston Braga

A esposa do primo do Keniston Braga, que transportava o dinheiro para boca de urna do PT em Parauapebas,  não aguentou a pressão  e confessou tudo, valor não é apenas de R$ 1.2 milhão.

Mandados de prisão para os envolvidos pode ser emitidos a qualquer momento.

Petistas suspeitam que Hernandes Margalho seja o responsável pelas denúncias, o secretário não aceitou a forma como foi tratado pela campanha do Coutinho-PT.

13 comentários:

  1. Desses PTralhas tudo se pode esperar.

    ResponderExcluir
  2. E os cínicos soltam nota dizendo que não têm nada com isso, que é calúnia do pessoal do Valmir...uma coisa é certa "um dia a casa cai" e já começou a ruir. Bora vê se vão esnobar com lancha, jet ski, fazendas, carrões blindado... fazendo carreata até com avião sobrevoando para humilhar mais o povo. Esse perdeu a noção...vão se F...

    ResponderExcluir
  3. Lindoso, tão falando que vincular a estada do Alex no aeroporto é especulação - especulação foi colocar este incopetente, sem habilidade e ou conhecimento minimo para ser secretario da saude - só foi por gozar confiança do prefeito e partido - igualmente o secretario de obras que não é habilitado e o cargo mais importante que lhe foi imputado na mina de carajas era de entregar as chaves das residencias do nucleo para conferencia e apresentação aos novos moradores - Todos os secretario, salvo o neto da educação - tem copetencia - apenas fazem parte da quadrilha. parabens sol do carajas - guardião dos principios - ainda sou seu fã

    ResponderExcluir
  4. A história do Sr. Keniston em Parauapebas começou há sete anos quando na eleição do então Prefeito Darci Lermen recebeu o convite para fazer parte da gestão municipal, e com o apoio e conivência do então secretario de finanças da época Sr. Marcelo Catalão iniciou então uma série de procedimentos fraudulentos dentro da secretaria da Fazenda aonde chegou a ocupar o cargo de Diretor de arrecadação Municipal, suas manobras inescrupulosas com o dinheiro público o levaram em pouco tempo a constituir um patrimônio grandioso repletos de luxurias em vários bairros da cidade de Parauapebas e na zona rural, mais precisamente na localidade de Palmares na entrada do Km 06, onde é proprietário de suntuoso sítio com direito a lago represado, campo de futebol gramado e farras nos finais de semana, bem como em outro estado como é o caso do Amapá e uma casa de praia no município de Salinopolis-Pa onde mantém alguns mimos de sua coleção entre triciclos e jetski e repousa em feriados prolongados, sendo que estes patrimônios em sua grande maioria não estão em seu nome e sim em nome de pessoas associadas ao esquema, familiares, amigos próximos e até o sogro. O rápido crescimento financeiro do Sr. Keniston tornou insustentável sua permanência naquela secretaria, e o mesmo por acordo com seus pares precisou passar um tempo longe dos holofotes para então no seu retorno ingressar na Secretaria de Obras e Gabinete do prefeito, ele passou então a não demonstrar, como antes fazia, perante a sociedade seus vários carros de luxo e propriedades para que não fosse mais notado saindo assim de cena e caindo no esquecimento, no entanto suas ações permaneceram e se estenderam mais ainda quando o Sr. José das Dores Couto o Coutinho assumiu a SEMOB e o tornou seu braço direito mais precisamente assessor orçamentarista cargo que ocupa até os dias de hoje. A partir daí o que se viu pelos corredores da SEMOB foi uma verdadeira farra com o dinheiro público que entre uma reunião e outra crescia mais e mais ganhando novos parceiros (empreiteiras) que diante a facilidade que se tinha para ganhar novos contratos de obras e serviços facilmente se envolviam no esquema coordenado pelo senhor Keniston. Nos corredores da SEMOB a maioria dos funcionários ligados ao setor de engenharia tem conhecimento do esquema em questão, pois os mesmos também são beneficiados com o famoso “por fora” que nada mais é do que um repasse extra em dinheiro distribuído entre engenheiros, assessores e outros mais funcionários, uma espécie de incentivo para uns e um “cala-te boca” para outros que não são bem vistos pelo esquema, existindo assim uma diferença de valores na distribuição final, valores estes que são depositados mensalmente nas contas correntes dos referidos funcionários em caixa eletrônicos ou através de transferências bancarias, sendo possível constatar o fato por ser constante e de mesmo valor.
    Outros fatos relevantes estão ligados a sua esposa, a qual se sabe que ostenta vida farta e cara com viagens, joias, carros e principalmente móveis de luxo em suas várias propriedades, sendo que seu único empreendimento é uma casa de recepções que não chega a arrecadar três mil reais por semana não dando assim condição suficiente para tanto fluxo de caixa. No mais o que se espera com essa denuncia e que se tome providencias imediatas antes que este mesmo grupo de pessoas sem o mínimo pudor em burlar e fraudar o que deveria ser investido na Educação, Saúde, Saneamento, transporte público e demais obrigações da gestão municipal vençam as eleições e voltem a praticar suas ações tornando estes recursos privilégios de poucos e deixando a população em geral a míngua sem poder usufruir do básico para o bem estar da coletividade.

    ResponderExcluir
  5. E as camisetas com o dinheiro tambem é do PT ou é de quem?

    ResponderExcluir
  6. Agora ficam disparando msgs pra celular e facebook inventando, querendo "NIVELAR" a campanha do seu Valmir a deles, dizendo que acharam "kit" do 55 com camisa e dinheiro. Mentira! a Justiça Eleitoral apurou. Tão desesperados! Vcs são cachorro morto!

    ResponderExcluir
  7. Lindolfo, pode nos dizer a razão do blog do Zé Tutu estar desativado?...

    ResponderExcluir
  8. e as camisas as camisas cade as camisas

    ResponderExcluir
  9. Querido,quem é a esposa do Keniston?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma "senhora" bem conhecida aqui que adora chamar atenção usando roupas coladas de malharr pra ser enxergada pelos marmonjões da cidade e esse corpo foi enxertado com dinheiro tb da prefeitura. Um silicone no bumbum, um no peito, uma lipozinha ali e assim vai.... Só pra quem pode, "pode". Eu hein se o marido fosse pelo menos o prefeito da cidade mas só ocupou cargos, mas um patrimonio um bucadoooo duvidoso.Ja pensou se ele tiver q devolver tudo ate ps silicones? Hahaha

      Excluir
    2. Ah já sei quem é a senhora citada, anda num carro importado morrave branco realmente, só o marido que eu não sabia quem era, quer dizer que o maior lalau da prefeitura de parauapebas, acabou a mamata né senhor keneston ui.

      Excluir
  10. d. leni sera que faz parte do esquema em lindolfo e na sua propria casa tem pt vc vai quebrar a cara no dia 7

    ResponderExcluir
  11. A esposa do Keniston se chama Lica dona de uma casa de eventos chamada espaço festa e de uma loja no shoping Companhia do pezinho construido com nosso dinheiro (Prefeitura)pois o que se sabe é que ela não tinha onde cair morta na cidade de onde veio ela é bem falada aqui.

    ResponderExcluir