sexta-feira, 12 de outubro de 2012


Cinco votam pela absolvição de Paulo Rocha

Quinta-Feira, 11/10/2012, 18:05:16 - Atualizado em 11/10/2012, 21:27:23
Tamanho da fonte: A- A+
Cinco votam pela absolvição de Paulo Rocha         (Foto: Arquivo/DOL)
(Foto: Arquivo/DOL)
O ex-deputado petista Paulo Rocha (PA), réu no processo 470, mais conhecido como Mensalão, está mais perto de ser inocentado pela maioria ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).  Na tarde desta quinta-feira (11) foram cinco votos pela absolvição e apenas dois pela condenação: um do relator Joaquim Barbosa e outro de Luiz Fux.
Paulo Rocha está sendo julgado pelo crime de lavagem de dinheiro. Ricardo Lewandowski, Rosa Weber, Dias Toffoli, Cármen Lúcia e Marco Aurélio Mello votaram pela absolvição. Falta apenas a leitura dos votos dos ministros Gilmar Mendes, Celso de Mello e Ayres Brito. Os votos dos ministros foram iguais para o também ex-deputados petistas João Magno (MG).
Para o relator Joaquim Barboa, que votou pela condenação, não restaram dúvidas de que tanto Rocha quanto João Magno receberam recursos do esquema comandado pelo publicitário Marcos Valério para obter apoio político de partidos aliados do governo do ex-presidente Lula no Congresso Nacional.
Na mesma plenária, o ex-deputado Professor Luizinho (PT/SP) foi inocentado com sete votos a zero, assim como a então assessora de Paulo Rocha, Anita Leocádia, acusada na época de ter sacado R$ 620 mil do esquema do “valerioduto”. Pela maioria foi absolvido ainda José Luiz Alves, ex-chefe de gabinete do ex-ministro Anderson Adauto.
Para a absolvição ou condenação de um réu é necessária a soma de seis votos. No total, seis réus estão sendo julgados nesta etapa por lavagem de dinheiro de pessoas ligadas ao PT. Eles respondem pela acusação feita pelo Ministério Público Federal de ocultar a origem do dinheiro recebido das agências de Marcos Valério.
A sessão foi encerrada logo após o voto de Toffoli. Os votos que faltam serão lidos apenas na segunda-feira (15). O julgamento de Paulo Rocha e dos demais envolvidos nesta etapa do julgamento deve ser concluído no inicio da próxima semana. (DOL)
Fonte: DIÁRIO DO PARÁ ON LINE

Nenhum comentário:

Postar um comentário