terça-feira, 31 de julho de 2012

A estranha "desfiliação" do vereador Raimundo Vasconcelos


Como explicar que o RAIMUNDO VASCONCELOS tem mandato e não tem filiação partidária? Desde quando ele não é filiado ao PT, ou ele está sendo vítima da eterna disputa interna? 

Quem terá excluído seu nome da relação de filiados?  

O pior é se o vereador nunca tiver sido filiado ao PT, como explicar que a justiça eleitoral nunca se deu conta disso?

Tá tudo muito estranho?

Ninguém impugnou a candidatura do vereador, nem o Ministério Público?

3 comentários:

  1. Geeeeeeeeeente, vc não consegue entender q o Ministério Público não impugna?
    Misericórdia! Escreva as coisas certas. Ministério Público só pode entrar com ação pedindo a impugnação, mas quem impugna é o juiz do tribunal.

    ResponderExcluir
  2. "Não interessa a cor do gato, importante é que ele apanhe o rato". Discute-se o mérito, não a forma...isso no mom não interessa se é o TJ, STJ ou o STF. Esse vereador que se dizia "defeensor" dos servidores não nos serviu pra nada. Já vi tarde!

    ResponderExcluir