quarta-feira, 23 de maio de 2012

Parauapebas: política na esquina, notícias e boatos do dia

O PT ficou incomodado com a movimentação do prefeito Darci, pois o prefeito ao buscar aliança com o PMDB esqueceu que todos no partido acham o CONTINHO fraco demais para carregar a BEL de vice, ou seja, óbvio que se tiver aliança e BEL for candidata o Continho seria vice, fazer o quê?///// O prazo para secretário se desincompatibilizar para disputar a prefeitura é de 4 meses, portanto o caminho tá livre para o Roque Dutra, porém o rapaz se expôs muito ao deixar que uma empresa da sua esposa, empresa de sucesso, fosse contratada pela prefeitura, ou seja, tá na mão do Margalho///// Me deixa quieto, diz o Roque, obedecendo ao Margalho, este secretário contratou a empresa da esposa daquele, sabendo que depois o outro ficaria na sua mão. Roque sabe como as coisas vazam da SEFAZ e a mando de quem/////  Roque achou que uma empresa que em menos de 3 meses de criada, ganhou  licitação no governo, fez o serviço e recebeu seu milhão, ficaria de graça para o Margalho, enganou-se. Ser candidato a prefeito pode ser a pior coisa do mundo, nessa hora é que os puxa sacos se tornam os piores inimigos, querem fritar o Roque Dutra e quebrar o PP, só pode, né? Diz o Margalho/////   O vereador Odilon-PMDB caiu na real depois da desmoralizante lição de política que Hélder Barbalho lhe deu, nessa idade, ser tratado como menino, onde queria ser rei, foi vergonhoso. Agora, o vereador Odilon só pensa em ser vereador, juízo tem quem obedece e manda quem pode///// Na Câmara, os vereadores do PT tão sem rumo, apesar do espírita EUZÉBIO o que predomina é o espírito WOLNER,  há quem não veja diferença, mas o fato é que os vereadores petralhas não sabem se seguram a do padre ou a do Odilon, dizem que tanto faz, é uma moleza só, não há mesmo reza que salve o mandato de uns e outros///// Falar em WOLNER, em Carajás a sina será seguida à risca, até hoje Carajás não reelegeu nenhum, não seria o pior de todos//// Dizem que na Câmara de vereadores tem uma distribuidora de combustível, o frentista não tem cara, mas abraça que nem um "tamanduá bandeira", fosse em Tailândia-PA, onde o Ministério Público trabalha, os vereadores estariam no xilindró e sem mandato. O "Wanterlor tamanduá Bandeira" ainda solta a língua no alcaide, deve imaginar: "perto de mim é uma formiguinha"/////  Os boateiros de Parauapebas tão no "deu saudades" é que o blogueiro Zé Dudu não vai mais encarnar a "Mãe Diná", a tutuzeira, uma pena, pois mandou bem, fica aqui nossos apelos: saravá, saravá, "Mãe Diná"!///// No PT, a cada dia, cresce um movimento por uma candidatura alternativa, seria o nome do secretário de educação Raimundo Neto, mas o secretário jura de pés juntos que não quer, enquanto isso, Continho míngua!

Um comentário:

  1. Parauapebas e os nossos intelectivos, os mesmos devem considerar todas as hipóteses no jogo politico de 2012 (Prefeito-a). Afinal, o jogo nunca termina sempre está decisivamente jogando, assim sendo um lance é decisivo, por isso a necessidade se avaliar novos e inesperados lances, como a intervenção de uma gandula ágil e esbelta na cobrança de um lateral. A saber, quem é, os nossos jogadores, nossa seleção, torna-se ainda necessário abrir a guarda aos nossos adversários, pois o mesmo pode nos avaliar, ver nosso ataque, defesa e o desempenho da nossa em partidas passada (2010) como jogamos, em fim a equipe como um todo! Nossa comissão técnica praticou a política de alianças nebulosa ao longo da sua gestão. Essa foi uma das grandes contribuições para o desempenho do nosso atacante hoje, as dificuldades não são novas, falta a ele gosta de competir, produz seus melhores rendimentos na competição, transforma a exigência da competição em motivação não em pressão. tem grande capacidade de adaptação frente às diversas exigências, seja do adversário, das condições ou da situação, não ter medo de perder, ser exigente consigo mesmo, mas não em função do resultado de uma partida, respeita, mas não teme seus adversários, nunca está disposto a dar vantagens, e cuidadoso na sua preparação, tenta controlar todos os detalhes, se esforça ao máximo, independentemente do marcador, nunca se dá por vencido, trabalha com objetivos claros, ser responsável com suas tarefas, está sempre disposto a aprender algo novo, tem bons hábitos, ser disciplinado, valoriza e se motiva através de todas as suas conquista, sempre capaz de fazer mais que os demais para ganhar, ser emocionalmente inteligente, não permite que sua mente se distraia de seus objetivos, vê cada partida como uma chance de aproximar-se de suas metas, conhece perfeitamente suas qualidades e seus defeitos, sabe esconder muito bem seus defeitos, manter um estado de máxima intensidade, independente do resultado, sempre aprender com suas derrotas, ter metas ambiciosas, não necessita mostrar nada a ninguém, sabe que ganhar não é a coisa mais importante.
    Por bem senhores, se precisar, praticam um método agressivo para emparedar o oponente: lembre-se da inversão do ônus e da argumentação. Futebol e politica sempre estão bem próximos, a ideologia, essa é uma forma de expressar diferenças programáticas?
    Como tenho muito respeito por Darci, sou obrigado a refletir:
    – hipótese da suspeita: ideologia não valer em eleição é discurso de campanha.
    – hipótese rasteira: é oportunismo.
    – hipótese cautelosa: e se Manuela tiver razão?
    Nesse caso, como fator complicador, pergunto sem qualquer consideração a acordos, promessas ou compromissos anteriores: o PT será capaz de apoiar Ana Izabel Mesquita (PMDB) para Prefeita? Seria capaz, de colocando-se acima de sua ideologia no momento eleitoral, sei, não há “se” nisso tudo. O “se” é uma conjectura. Hipótese contundente: e se a aliança entre PP e PT, acabou mesmo ou não! Ou isso representar um amadurecimento politico de Roque Dutra, que têm agora uma boa oportunidade de sai do banco e fazer uma bela partida nas eleições!
    Por Damilson Barros

    ResponderExcluir