domingo, 6 de maio de 2012

PARAUAPEBAS: amanhã fará um ano que foi denunciado o golpe de um prefeito contra sua cidade, o caso DARCI & PAZINATO. Ministério Público do Pará nada faz. As denúncias de corrupção no município, invariavelmente, acabam nas  gavetas do MP!

O caso DARCI & PAZINATO é o mais descarado golpe que este prefeito aplicou no povo de Parauapebas. Uma armação típica de "organização criminosa", onde através de um contrato de consultoria implementa-se desvios de recursos públicos na forma de honorários advocatícios, que mais tarde retornariam, em parte, ao bolso do próprio prefeito.

O mais estranho é a postura do MINISTÉRIO PÚBLICO DO PARÁ, pois apesar de passado um ano não se tem notícia de qualquer medida para evitar este vergonhoso "assalto ao povo de Parauapebas"!

Cadê o Dr. Promotor de Justiça autor dessa vergonhosa frase na revista Época de 07/05/11:  


"... Danyllo Pompeu Colares, promotor de justiça do Pará, diz que moradores pediram abertura de um inquérito civil para apurar onde são aplicados os royalties depositados na conta do município. Colares afirma que, cinco meses após o início da investigação, a prefeitura nada esclareceu..."


Como pode um membro do Ministério Público "esperar esclarecimentos" diante de fatos "criminosos", que efetivamente ele fez para evitar essa "roubalheira do dinheiro público"? Quem o substituiu? Que fez? Engavetaram? Os envolvidos não serão responsabilizados? O crime compensa em Parauapebas, MPPA?

Nenhum comentário:

Postar um comentário