sexta-feira, 27 de abril de 2012

Parauapebas/PA, as semelhanças com Presidente Kennedy/ES vão além dos royalties

A rica cidade de Presidente Kennedy-ES foi agraciada com a Operação Lee Oswald, da Polícia Federal, que prendeu prefeito, vereadores e 15 empresários, descobrindo que Presidente Kennedy (ES) era uma espécie de entreposto de negócios suspeitos. Há indícios de que uma empresa que tem como sócio José Teófilo, ex-secretário da Fazenda do governo Paulo Hartung (PMDB), teria sido beneficiada com informação privilegiada: comprou terrenos a preço de banana, no município, para vendê-los poucos dias depois com lucros milionários.

Em Parauapebas a PF ainda não deu as caras, mas tal possibilidade espalha apreensão que extrapola os limites municipais. Talvez, venha à tona, a blindagem que até hoje beneficiou DARCI-PT e BEL-PMDB, a começar pelo TCM-PA e MPPA.

Presidente do TCM-PA: como que esse
indivíduo consegue que o TCM-PA aprove
as contas do prefeito DARCI-PT? Será?
Em Presidente Kennedy-ES falam em cerca de R$ 50 milhões em desvios, em Parauapebas as cifras podem ser bem maiores, basta observar: PAZINATO R$ 160 milhões; OSCIP 30 milhões/ano; Terreno do LIXÃO R$ 9 milhões; ROQUE da GOMIDES & GOMIDES R$ 1.75 milhão; e a impressionante licitação em que a DELTA pode faturar R$ 147 milhões.

Isso apenas nesses dois últimos anos de governo DARCI-PT!  

Um comentário:

  1. Tá esquecendo a eterna obra do hospital, ETEC...

    ResponderExcluir