segunda-feira, 9 de abril de 2012


Deputado do PT desviou mais de R$ 400 milhões de reais, segundo MPF. Prefeito do PT em Parauapebas pode ter desviado mais de R$ 500 milhões do município, mas aqui o MPPA silencia e nada faz! 

O deputado Paulo Sérgio Souza, o Chico da Pesca (PT) foi cassado pelo TRE-PA, mas seguiu orientação do PT paraense e recorreu ao TSE. Quem deverá substituir o "nobre" deputado petista é o atual vereador ALFREDO COSTA, candidato do partido para prefeito de Belém. Caso Alfredo Costa não assuma, a segunda opção é a ex-vereadora Suely Oliveira.

Chico da Pesca foi acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de montar um esquema de fraudes no seguro-defeso, benefício pago a pescadores artesanais em período de proibição de captura de espécies de pescado. O MPF o acusou de abuso de poder político, econômico e compra de votos na campanha eleitoral de 2010. No total, a fraude teria desviado mais de R$ 400 milhões dos cofres da Superintendência Federal da Pesca, órgão que ele dirigiu até 2009 no Pará.

Observe que a diferença entre desviar recursos estaduais e federais é muito grande, o Ministério Público Federal atua com firmeza e rigor, já o Ministério Público Estadual (MPPA) é um órgão quase parasitário, no caso de Parauapebas a inércia deste órgão é de causar "indignação", beira o conluio com os políticos locais, algo muito estranho e que deve ser objeto de investigação por parte do CNMP.

Um comentário:

  1. O Peba é "blindado". Os Zés Ruelas que morram de inveja.

    ResponderExcluir