quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

CANAÃ DOS CARAJÁS: Juiz acata pedido do MP de afastamento do prefeito

O juiz da comarca de Canaã dos Carajás (sudeste paraense), Lauro Fontes Junior, decretou no último dia 7 o afastamento do prefeito Anuar Alves da Silva. O gestor municipal teve quebra de sigilo fiscal e bancário e indisponibilidade dos bens assim como o representante da Construtora Meio Norte (CNM), Reginaldo Pereira Mortoza, dentre outras decisões do juiz, que deliberou em favor da ação civil pública ajuizada em dezembro de 2011 pelo Ministério Público do Estado (MPE), por meio dos promotores de justiça Renata Valéria Pinto Cardoso Lisboa e João Batista Cavaleiro de Macedo Junior.

O prefeito foi investigado pelo MPE por causar prejuízo ao erário no valor de quatorze milhões, oitocentos e cinquenta e nove mil, setecentos e sessenta e sete reais e vinte e um centavos, pagos para a construtora para realizar serviços de terraplenagem, drenagem e pavimentação urbana de ruas e avenidas de Canaã dos Carajás. “Pelo menos nesse momento inicial, sua manutenção no cargo implicará no prejuízo à descoberta da verdade real”, acredita o juiz.


_____________________
Nota: o Sol do Carajás fica estarrecido ao constatar que os promotores que atuam em Canaã são os mesmos que atuam em Parauapebas e fica a se perguntar se em Parauapebas a coisa é diferente? Não é, aqui tudo é mais grave. Vejam: hospital que não termina; ponte caída por meses; concurso da Câmara; comissionados da Câmara; combustível e locação de carros da Câmara; contrato de advogado trabalhista na Câmara; o escandaloso caso PAZINATO, Contas Consult e o caso GOMIDES & GOMIDES...ufa! Cansei..! Então, me diga, os promotores de lá são os mesmo de cá? Não é estranho!?  Você consegue entender?

Um comentário:

  1. Pode ser que lá o poder judiciário e o MP não gozem do bom relacionamento com o executivo como aqui no Peba, pois os convênios - aqui - devem servir como "amortecedor" desses eventos danosos à sociedade..

    ResponderExcluir