sexta-feira, 9 de setembro de 2011

O caso PAZINATO!

O Blog sabe que é no caso PAZINATO que a porca torce o rabo, por isso ele tá na cola! O contrato do Pazinato é uma ilegalidade com a única finalidade de gerar honorários advocatícios para o PAZINATO (e sei lá mais quem), lesando o município de Parauapebas.
Pois bem, o Blog descobriu que a execução fiscal 6181-37.2010.4.01.390 (leia mais aqui), que DARCI diz que foi o desfecho do grande trabalho do tal do PAZINATO, bom, o Blog sente informar que o prefeito mais uma vez mentiu para o seu povo, aliás, omitiu dados importantes, como o fato de que o autor (município de Parauapebas) renunciou ao "seu suposto direito", sendo condenado a pagar honorários periciais e advocatícios, decidiu o JUIZ:

"...Ante o exposto, JULGO EXTINTO O PROCESSO, com resolução do mérito, nos termos do art. 269, V do CPC. Condeno o autor ao pagamento dos honorários advocatícios, que arbitro em R$ 3.000,00, e dos honorários periciais, que fixo em R$10.015,78. Desde já autorizo sejam compensados os honorários advocatícios com o valor remanescente dos honorários periciais. Convertida em renda a importância de R$3.000,00, libere-se em favor do autor o restante do valor depositado. Publique-se. Registre-se. Intime-se."


Claro, esses honorários serão pagos por você, caro cidadão, afinal esse governo é o governo cidadão.

Mas uma coisa chama a atenção: será que uma ação de execução fiscal com honorários advocatícios e periciais no valor de R$ 3.000,00 e 10.015,78 retratam uma causa de grande complexidade a justificar um processo de inexigibilidade, mesmo o município tendo sua própria Procuradoria, será? Veremos!

O DARCI perdeu a UNIFESSPA, perdeu o Aeroporto e agora perde mais uma. Ainda bem que a causa da CFEM é do DNPM, não depende do DARCI e nem do PAZINATO, se dependesse pode ter certeza que seria perdida! É melhor o DNPM se afastar dessa "urucubaca"!

Nenhum comentário:

Postar um comentário