sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Corrupção na SEFAZ e INÉRCIA do Ministério Público

Há sérios indícios que a corrupção campeia na Secretaria da Fazenda de Parauapebas. O seu titular teria tentado doar um terreno a uma Clínica de Hemodiálise, na qual sua esposa teria sociedade. O projeto com doação do terreno chegou a ser enviado para a Câmara de Vereadores, mas foi retirado de pauta devido aos protestos dos senhores ÁVILA (PMDB) e WANTERLOR (PT), que eram vereadores à época.  

Também se observa uma certa preferência do seu gestor, HERNANDES MARGALHO, apelidado no PT de GATO da SAAEP, dada o gosto que o rapaz tem por  uma CONSULTORIA contratada sem licitação, sempre por valores que saltam os MILHÕES. Tem contratos na área de CONTABILIDADE e ADVOCACIA e até a compra dos direitos de software "mágico", segundo informa funcionários da própria SEFAZ. 

O mais estranho é o grau de INÉRCIA do órgão do MINISTÉRIO PÚBLICO em Parauapebas, impressiona que diante de tantas evidências não haja, ao menos não se tem notícias, qualquer atuação mais firme do MP local para coibir a IMPROBIDADE e a "corrupção" no governo municipal.

Em Brasília, dois membros do Ministério Público local, inclusive o ex-procurador geral, estão sendo denunciados e correm risco de irem pra cadeia, além de perderem seus cargos, por envolvimento com o ex-governador ARRUDA no famoso MENSALÃO DO DEM.

Embora não haja qualquer indício de envolvimento dos membros do MP em Parauapebas com atos que desabone suas condutas, causa espanto aos cidadãos de Parauapebas que o MP seja tão inerte em nossa cidade!

O Blog entende que é inaceitável que o caso da HEMODIÁLISE, o Contrato PAZINATO, os Contratos CONTÁBEIS, o software "mágico", a lei orçamentária e a utilização da CFEM, sejam solenementes ignorados por quem deveria (PODER-DEVER) investigá-los, principalmente o Ministério Público, assim garantindo a legalidade, a probidade, a proteção do patrimônio público e a promoção da CIDADANIA em nossa querida Parauapebas.





Nenhum comentário:

Postar um comentário